Estação Ciência: vistoria do MP aprova acessibilidade na obra

Por - em 27

A Estação Ciência, Cultura e Artes passou por uma vistoria por parte do Ministério Público Estadual, na manhã desta terça (10). “Os ajustes promovidos são tão pequenos que não justificaria jamais a interdição de um equipamento de tamanho grandioso. Ademais, agora é só aguardar a inauguração dessa obra que é fantástica”, disse o curador do Cidadão, Valberto Lira, que coordenou a inspeção.

A visita contou com a presença de membros da Comissão Permanente de Acessibilidade, que é formada por entidades sociais e também órgãos públicos de várias instâncias. O projeto do empreendimento, assinado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi pensado e concebido dentro das regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Como explicou Valberto Lira, o Ministério Público Estadual (MPE) acessou pela Internet fotos com caráter de denúncia informal. As imagens pareciam bem antigas, ainda do início da obra, quando não havia como definir visualmente o que seria feito em cada espaço. Para dirimir qualquer dúvida, o curador requisitou primeiramente à Prefeitura de João Pessoa (PMJP) a planta do projeto e depois fez a visita.

O curador orientou a diminuição do comprimento da rampa que liga o bloco de serviços e o anfiteatro em apenas 8,33%. A estratégia é uma forma de reduzir um pouco o declive, facilitando ainda mais o deslocamento dos cadeirantes. O restante das observações foram só orientações de sinalização e acessórios, que serão instalados durante o processo de acabamento final dos blocos.

Adaptações – O arquiteto da empresa que está executando a obra, Jonas Bezerra, acompanhou o curador do Cidadão durante a visita. Segundo ele, os pequenos ajustes sugeridos nesta terça-feira pelo Ministério Público já foram inclusive alvo de relatório realizado por levantamento prévio da própria Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan). No documento, se inseriu fotos sobre os detalhes necessários. “Algumas adaptações foram feitas e outras estão em andamento porque a obra ainda não foi concluída. São todas coisas muito simples, possíveis de serem executadas. Nada vai atrapalhar a entrega da Estação”, garantiu.

A Comissão Permanente de Acessibilidade do Ministério Público Estadual tem como presidente Valberto Lira. O grupo que visitou a Estação se reúne duas vezes por semana e é composto por representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep-PB), Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea), Prefeitura de João Pessoa (PMJP), Corpo de Bombeiros, Superintendência de Planejamento do Estado (Suplan) e Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência. Esse último é presidido por Elosman Oliveira, portador de deficiência física e que fez os testes com cadeira-de-rodas em cada ambiente da Estação.