Estação do Som traz grupo Monobloco para sacudir as areias de Tambaú

Por - em 205

A atração principal da segunda noite do projeto Estação do Som, neste sábado (7), a partir das 19h, é a banda carioca Monobloco. O evento faz parte do projeto ‘Circuito do Sol Paraíba’, que acontece durante todo mês de janeiro e conta com uma vasta programação e atrações locais e nacionais. O grupo produz um som que promete agitar as areias da praia de Tambaú. A banda paraibana Pé de Coco também promete levar boa música e muito reggae na abertura da programação deste sábado.

O diferencial do Monobloco é a utilização de vários instrumentos de percussão usados em escolas de samba, aliados a uma guitarra e um contrabaixo elétricos. O grupo foi idealizado em 2000 pelos integrantes da banda Pedro Luís e A Parede – C.A. Ferrari, Celso Alvim, Pedro Luís, Mário Moura e Sidon Silva. A banda carioca Monobloco surgiu após uma oficina de percussão no Sesc Vila Mariana, em São Paulo e, de lá para cá, nunca mais parou.

Atração musical consagrada por incorporar diversos ritmos e estilos musicais à batida do samba, a banda cresceu tanto que há alguns anos os fundadores criaram a versão Monobloco Show. No total são 19 integrantes que se apresentam o ano inteiro em todo o País e no exterior, com uma média de dez shows por mês. Em 2010, o grupo completou 10 anos de carreira e lançou o CD/DVD ao vivo Monobloco 10 – uma realização da PLAP Produções em parceria com o selo MP, b Discos e a Universal Music.

Repertório – Na voz dos cantores Pedro Luís, Fábio Allman, Renato Biguli, Alexandre Momo e Pedro Quental, o repertório eclético vai das marchinhas tradicionais de João Roberto Kelly ao samba de Cartola e Clara Nunes, passando pelo forró de Luiz Gonzaga, até canções de Paralamas do Sucesso, O Rappa e Cidade Negra.  Nos shows, o Monobloco leva músicas do novo DVD, como ‘Eu Só Quero um Xodó’, de Anastácia e Dominguinhos e ‘Frevo Mulher’, de Zé Ramalho, além de revisitar os sucessos ‘Pro dia Nascer Feliz’, de Cazuza; ‘Aquele Abraço’, de Gilberto Gil, entre outros.

Mas a mistura inusitada não se limita apenas à variedade musical. Na bateria ela também acontece com a presença de um baixo e uma guitarra em meio aos tradicionais instrumentos de escola de samba: cavaco, repique, tamborim, chocalho, surdo e agogô.

Pé de Coco – A banda de reggae Pé de Coco fará a abertura do show deste sábado (7) e promete levar o melhor da vertente paraibana através da inspiração do som do baião, coco, maracatu, MPB, blues, jazz, rockn roll, uma mistura que acrescenta um tom ímpar ao estilo cada vez mais característico do grupo. A Pé de Coco nasceu em João Pessoa, em 2007, e de lá pra cá vem colecionando muitos seguidores que se identificam com a linguagem plural do reggae, explorando o amor e a igualdade social.

Confira a programação completa da Estação do Som no Hotsite