Estação exibe fotos de Mônica Câmara até o dia 29 deste mês

Por - em 31

‘Entretantas’ é o título da exposição de imagens da fotógrafa Mônica Câmara, que está em cartaz até o dia 29 deste mês, com entrada gratuita, na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, dentro da programação do projeto ‘Cidadania Ativa para as Mulheres’, que acontece durante março e é promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por intermédio da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM), em parceria com outras secretarias municipais e órgãos atuantes na área.

A exposição fotográfica virtual é composta por 112 imagens e retrata o universo feminino e toda a sua complexidade. Já no título, ‘Entretantas’, faz uma alusão a variadas fases dessa órbita feminal, representada pela subjetividade dos sentimentos, da sensibilidade da sabedoria e das relações familiares de mães, filhas, irmãs, companheiras, netas e avós.

O público pode ter acesso à exposição que se encontra em cartaz na base da torre da Estação Cabo Branco, localizada no Bairro do Altiplano, de terça a sexta-feira, das 9 às 17h, e no final de semana, das 10 às 18h.

A fotógrafa – Natural de João Pessoa, Mônica Câmara é jornalista e atua na área de artes gráficas e comunicação visual desde 1995. Atualmente, é designer gráfica da Editora Universitária da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e fotógrafa ‘free-lance’. Integra também o ‘Imagine Fotografia – Núcleo de Pesquisa, Documentação e Divulgação da Fotografia’. Já realizou exposições individuais e coletivas nos principais eventos fotográficos da Capital, além de outros estados, participando de diversos festivais e com premiações em grande parte deles.

A artista revela a sua impressão sobre a exposição, nesse contexto. “O mais importante é a possibilidade da homenagem que abrange todas as esferas, a partir da idéia de que nada surge sem perpassar o universo feminino, que está intrinsecamente ligado à geração no mais amplo sentido da existência. Portanto, acima de tudo, é uma homenagem à vida com toda a sua significância, delicadeza, semiótica e subjetividade”. Mais informações sobre a mostra pelo telefone 3214-8303.