Estação Nordeste tem Gabriel Pensador e a Afronordestinas

Por - em 32

O projeto musical Estação Nordeste, já em sua quarta edição, tem início neste sábado (3) no palco instalado entre as praias de Tambaú e Cabo Branco, com grandes atrações da música brasileira. A abertura do festival fica por conta da banda Afronordestinas e do rapper carioca Gabriel Pensador. O evento, que acontece durante todo o mês de janeiro na orla marítima, nas praças, no Centro Histórico e na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, é promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope).

A iniciativa leva aos moradores e visitantes da Capital mais de 30 shows, com uma grande diversidade de ritmos, espalhados em diferentes espaços públicos da cidade, com o objetivo de difundir os artistas e grupos locais, trazer grandes nomes da música brasileira e descentralizar os eventos culturais da cidade.

Gabriel – O rapper carioca Gabriel Pensador vai agitar o público nas areias das praias de Cabo Branco e Tambaú na abertura do Estação Nordeste. O cantor é conhecido nacionalmente por suas letras de protesto e poesias bem humoradas, que tematizam diferentes aspectos do cotidiano da sociedade brasileira.

O artista, que nasceu no bairro de Vila Isabel, no Rio de Janeiro, e é considerado um dos maiores nomes do rap brasileiro, diferenciou-se de boa parte de seus pares por ser garoto branco de classe média. Mas desde o começo fez letras de crítica social e moral, como acontece na música rap.

Filho da jornalista Belisa Ribeiro, ele apareceu no fim de 1992, quando ainda era estudante de Comunicação Social na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), com a emblemática composição ‘Tô feliz, matei o Presidente’, censurada pelo Ministério da Justiça pouco antes da renúncia do então presidente da República, Fernando Collor de Mello, frente a um processo de impeachment.

Contratado pela Sony Music por causa do sucesso da música – ainda que censurada, o músico lançou em 1993 seu primeiro e homônimo disco ‘Gabriel o Pensador’, que ganhou as rádios com as ácidas, porém divertidas, ‘Lôraburra’ e ‘Retrato de um playboy’, além de ‘Lavagem cerebral’.

Em 1995, lançou o álbum ‘Ainda é só o começo’, que provocou polêmica com as músicas ‘Estudo errado’ e ‘FDP3’, mas não repetiu o sucesso do primeiro álbum. Dois anos depois, Gabriel voltou à cena com a irreverente e pop ‘2345meia78’. ‘Cachimbo da paz’, com participação de Lulu Santos e ‘Festa da música’ estouraram depois, levando o CD a ultrapassar a marca do um milhão de cópias vendidas.

Em 1998, com o sucesso em Portugal e após ser a atração escolhida pela banda irlandesa U2 para fazer a abertura de seus shows brasileiros, o artista deu prosseguimento aos seus trabalhos com o disco ‘Nádegas a declarar’, lançado no fim de 1999, com os sucessos ‘Tô vazando’, ‘Cachorrada’ e ‘Astronauta’, esta última outra parceria com Lulu Santos.

Em 2001, Gabriel lançou seu quinto disco, ‘Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo’, que contou com músicas como ‘Se liga aí’ e ‘Até quando’. Em 2003, o rapper lança em CD e DVD, o show ‘MTV ao vivo’, com os seus maiores sucessos.

‘Cavaleiro andante’ foi o sétimo disco de Gabriel Pensador, lançado em 2005. Neste álbum, o artista recriou ‘Pais e filhos’, sucesso do grupo Legião Urbana, em ‘Palavras repetidas’, apresentando ainda mais dez composições marcadas por suas letras fortes e elaboradas.

Afronordestinas – Outra grande atração da noite de abertura do Estação Nordeste é a banda ‘Afronordestinas’, que montou um show especial para essa ocasião, com a participação especial de Luana Lima (vocal), o DJ Guirraiz, MC Léo Torres e a idealista do grupo, a artista Kalyne Lima. O grupo, que surgiu em 2003 no festival ‘Mulheres cantam mulheres’, ressalta em suas composições, entre outras coisas, a região Nordeste e a força interior da mulher.

O show de abertura do Estação Nordeste traz músicas do primeiro CD da banda, que está em processo de gravação. O repertório é formado por composições como ‘Se tu acreditas’, ‘Mulher’ e ‘Quem sabe faz’.

Nesses cinco anos de existência, a banda se destacou no cenário cultural paraibano e brasileiro, tendo conquistado importantes prêmios, a exemplo do ‘Melhor Demo’ no Festival Hutuz, considerado o maior prêmio da Hip Hop na América Latina.

A artista Kalyne Lima, idealizadora do projeto, fala da sua participação no Estação Nordeste. “Para mim, enquanto artista de João Pessoa é um grande prazer participar desse festival, no qual eu tive a primeira oportunidade de me apresentar em um projeto de maior dimensão, além de que o Estação Nordeste é um dos eventos de maior importância para a difusão do trabalho produzido na cidade, onde temos a oportunidade de se apresentar para um grande público, dividindo o palco com grandes nomes da música nacional. Ressalto ainda a diversidade de atrações e a descentralização do projeto, que leva música de qualidade aos quatro cantos da cidade”, observou.

A artista revela ainda que este ciclo de quatro anos da Funjope “é um divisor de águas em relação à cultura, sendo um dos setores mais fortalecidos em todos os aspectos, por ter avançado na profissionalização dos artistas e na inclusão de todas as vertentes culturais do Estado”.

Programação do Estação Nordeste 2009

Sábado (3), às 21h – Praia de Tambaú
Afronordestinas
Gabriel Pensador

Domingo (4), às 17h – Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes
Adeildo Vieira

Domingo (4), às 19h – Praça do Caju – Bessa
Jackson Envenenado
SDS

Sexta-feira (9), às 20h – Praça Antenor Navarro, Centro Histórico

Soraia Bandeira
Cátia de França
Escurinho

Domingo (11), às 17h – Estação Cabo Branco
Mira Maya

Domingo (11), às 19h – Praça do Coqueiral, Mangabeira
Paulo e Baby
Odecasa

Quinta feira (15), às 19h – Praça da Paz, Bancários
Chouriço
Arapuca

Sexta-feira (16), às 20h – Praça Antenor Navarro, Centro Histórico
Zé Viola e Progressive Band
Blues Etílicos

Sábado (17), às 21h – Praia de Tambaú
Gun Jah
Edson Gomes

Domingo (18), às 17h – Estação Cabo Branco
Divina Comédia Humana

Domingo (18), às 19h – Praça Lauro Wanderley, Funcionários I

Pé de Côco
Jocca Jr.

Quinta-feira (22), às 19h – Praça Alcides Carneiro, Manaíra

Ítalo Pay e Zabumba Mundi
Mobiê

Sexta-feira (23), às 20h – Praça Antenor Navarro, Centro Histórico

Unidade Móvel
Beatles Abbey Road

Sábado (24), às 21h – Praia de Tambaú
Beto Brito
Capim Cubano

Domingo (25), às 17h – Estação Cabo Branco
Zé Guilherme

Quinta-feira (29), às 19h – Praça Bela, Funcionários II
The Silvias
Lírios do Gueto

Sexta-feira (30), às 20h – Praça Antenor Navarro, Centro Histórico
Gláucia Lima
Sá, Rodrix e Guarabira

Sábado (31), às 21h – Praia de Tambaú
Poetas do Absurdo
Detonautas.