Estudantes municipais fazem recital de poesia, no domingo

Por - em 23

Um dia para plantar poesia. É assim que os alunos da escola municipal Arnaldo de Barros Moreira irão passar o domingo (2). Trata-se do projeto “Palavra Plantada”, que acontece a partir das 13h30, no Centro Cultural Piollin, localizado no bairro do Roger. As crianças e adolescentes farão recitais de poesia, exposições, danças, produções de artes plásticas, entre outras manifestações artísticas, tendo como tema o “Ano Cultural Sérgio de Castro Pinto”, promovido pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) em toda rede municipal de ensino.

Os alunos da escola Arnaldo de Barros já estão colhendo os frutos da poesia plantada. Desde o início do ano, quando foi lançado o Ano Cultural, os estudantes do Ensino Fundamental I, II e EJA (Educação de Jovens e Adultos) vêm realizando uma série de atividades inspirados no livro “Zôo Imaginário”, do poeta paraibano Sérgio de Castro Pinto. Além de estudarem os poemas, suas rimas e métricas, a poesia que fala de animais foi inspiradora para a produção de poemas destes novos autores.

O universo poético de Castro Pinto também gerou uma série de ilustrações, desenhos e pinturas sobre o imaginário dos bichos. Os alunos foram mais além. Produziram máscaras com imagens de animais, encenações de teatro, emboladas de cordel e dança. Tudo isso pode ser conferido na apresentação que acontecerá neste domingo.

“Com estas atividades estamos aproximando o alunado da literatura e suas diversidades culturais, desenvolvendo o gosto pelas artes e a valorização da cultura paraibana”, garante Lucimery Vieira Mendes, uma das coordenadoras do Ano Cultural na Escola Arnaldo de Barros.

Palavra Plantada – O projeto “Palavra Plantada” é um evento literário que acontece há quatro anos, a cada primeiro domingo de cada mês, com a proposta de levar poesia na cidade de João Pessoa. Sua realização nasceu a partir da necessidade de um grupo de pessoas de promover o encontro para a leitura da poesia. Durante este período, as atividades vinham sendo desenvolvidas no Parque Arruda Câmara (Bica) e passam agora a acontecer no Centro Cultural Piollin, devido às reformas que estão sendo realizadas no Parque.

“Como ficamos sabendo da homenagem da Prefeitura de João Pessoa ao poeta Sérgio de Castro Pinto com a instituição do Ano Cultural e conhecendo o trabalho da equipe da escola Arnaldo de Barros, achamos por bem convidá-los para abrir nossa programação do segundo semestre. A poesia de Sérgio é lúdica, reflexiva e encantadora, nossa alma fica em festa”, enfatiza Nara Limeira, coordenadora do projeto “Palavra Plantada”.