Estudantes surdos da Capital conhecem animais da Bica

Por - em 57

Um grupo de alunos surdos da Escola Municipal João Santa Cruz, do Bairro dos Novaes, visitou alguns pontos turísticos de João Pessoa na tarde desta quinta-feira (24). Com idades variando entre 7 e 16 anos, a maioria deles não conhecia o Farol do Cabo Branco, a Estação Cabo Branco Ciência Cultura e Artes, e o Parque Arruda Câmara (Bica). A experiência foi marcante. De todos os lugares, segundo eles, os olhos brilharam mais ao ver os animais da Bica, além de entrar em contato com vários tipos de árvores nativas.

A atividade e outras realizadas pela coordenação da escola durante esta semana, faz parte das comemorações pelo Dia Nacional de Luta pelos Direitos das Pessoas com Deficiência, ocorrido na segunda-feira (21) e pelo Dia do Surdo, que será comemorado no sábado (26).

De acordo com a intérprete de Libras da escola João Santa Cruz, Edleide Silva do Nascimento, as atividades lúdicas serão encerradas nesta sexta-feira (25) e a programação interage com a semana do trânsito e culmina em apresentações de dança e de uma peça de teatro.

“A João Santa Cruz é considerada uma escola polo, que faz a inclusão da pessoa com deficiência. Este é o primeiro ano que estamos trabalhando o projeto de inclusão para surdos e nesta semana fizemos várias dinâmicas e trabalhos com as crianças sobre temas ligados ao trânsito. Mas o passeio na Bica, que está sendo novidade, foi o que eles mais gostaram”, disse Edleide.

Alegria
– A estudante Thaís Galdino dos Santos, de 10 anos, disse – com a ajuda da intérprete – que achou lindo todos os animais, mas os que ela gostou mais foram os macaquinhos. Além disso, Thaís falou que foi muito interessante a visita na Estação Cabo Branco, pois entrou no planetário e viu o Sol.