Etapa de Aquathlon recebe apoio da Prefeitura e reúne 200 atletas

Por - em 30

O cearense Evilásio Oliveira (23) foi o grande campeão da etapa de abertura do Brasileiro de Aquathlon, disputado no último sábado (22) na praia de Tambaú, em João Pessoa. O Campeonato teve a participação de cerca de 200 atletas de vários estados brasileiros, entre eles, os paraibanos Everton Costa e Roberto Rangel, que terminaram a competição em quarto e quinto lugares respectivamente. A prova foi realizada pela Federação de Triathlon da Paraíba, com supervisão da Confederação Brasileira de Triathlon e teve apoio da Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

O campeão cearense realizou o percurso de mil metros de natação e cinco quilômetros de corrida, com o tempo de 34 minutos e 51 segundos. Depois de sair em desvantagem nos primeiros 2,5 quilômetros de corrida, Evilásio Oliveira se recuperou na natação e ao sair da água para os últimos quilômetros de corrida já tinha uma larga vantagem sobre os adversários. Diego Pereira Molina, de Santa Catarina, cruzou em segundo e Leandro Barbosa de Sousa ficou com a terceira colocação.

Para Evilásio, o resultado dele na prova o surpreendeu. “Eu estava muito preparado, mas não esperava vencer atletas com experiência nacional e até internacional. Estou muito feliz com o resultado”, disse o cearense, que ainda é sub 23 e treina triathlon há apenas três anos.

No feminino, a vitória foi da amazonense Jéssica Natália Souza, com o tempo de 39 minutos e 30 segundos. A amazonense não foi ameaçada em nenhum momento da prova e chegou em primeiro, com 40 segundos de vantagem sobre a segunda colocada, a cearense Verônica Oliveira de Menezes. A terceira colocada foi Samma Deyse Alves Santiago, também do Ceará.

Os paraibanos melhores colocados na Elite, Everton Costa e Roberto Rangel, encontraram dificuldades para conquistar uma boa colocação na competição. “Sabia que ia brigar pelas primeiras colocações. Fui muito bem na corrida, mas não fiz uma boa natação, o que acho que é ainda meu lado fraco a ser trabalhado”, disse Everton, que tem 26 anos e pratica triathlon há cinco anos. Já Roberto Rangel reclamou da distância da natação. “Em São Paulo, as provas que participo têm apenas 720 metros de natação e aqui foram mil metros. Para mim, que já tenho mais de 50 anos, foi muito pesado, poderia render mais, porém estou satisfeito com o resultado”, concluiu.

Para o presidente da Fetrip, Márcio Córdula, a prova atingiu o objetivo esperado. “Mais uma vez a federação provou para o Brasil que a Paraíba é uma referência na realização de grandes competições da modalidade O objetivo é de trazer para o Estado novos campeonatos, até de níveis internacionais. Agradecemos a todos que de uma forma ou de outra contribuíram para o sucesso do evento”, finalizou.

Paraibanos – Nas demais categorias, os paraibanos brilharam, levando 10 títulos: No masculino, Milton Ribeiro (categoria 18 a 19 anos), Jean Jacques (35 a 39 anos), Pedro Honorato (50 a 54 anos) e Wagner Rodrigues (60 a 54 anos).

No feminino, Joana Mentor (25 a 29 anos), Fabíola de Sousa Sobral (30 a 34 anos), Manuela Chaves (40 a 44 anos), Edileide Francelino (45 a 49 anos), Maria Léia Dantas (50 a 54 anos) e Marina Palmeira (55 a 59 anos).