Ex-alunos do ProJovem da Capital criam painel para receber o presidente Lula

Por - em 31

Dois ex-alunos do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem) de João Pessoa grafitaram, na manhã desta quarta-feira (5), um painel na entrada do Museu Nacional, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, durante o lançamento do Programa Integrado da Juventude, feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os jovens pessoenses viajaram com integrantes da Coordenação Municipal do ProJovem para prestigiar o lançamento do programa e participar de uma feira com produtos produzidos por jovens de todo o País.

O painel medindo 5m x 3m, confeccionado em tecido de algodão, teve como tema ‘Mais oportunidades, mais direitos’, foi grafitado por Rosivaldo Tavares de Santana (conhecido como Rossi), 23, e Lucinalva Leite dos Santos, 21 anos. Os dois concluíram o ensino fundamental através do ProJovem, recebendo qualificação profissional. Durante as aulas, eles foram monitores de oficinas de grafitagem oferecidas a outros alunos assistidos pelo programa. “Eles são bons na arte e o ProJovem reconheceu isso e valorizou o trabalho deles”, disse a coordenadora do ProJovem de João Pessoa, Márcia Lucena.

Márcia Lucena e os dois jovens acompanharam o lançamento do novo programa federal, que amplia o atendimento aos jovens que estão fora da escola e sem acesso à formação profissional. Foram unificados seis programas já existentes voltados para a juventude – Agente Jovem, ProJovem, Saberes da Terra, Consórcio de Juventude, Juventude Cidadã e Escola de Fábrica – em um único programa denominado ProJovem. “Essa é uma oportunidade de expansão e reconhecimento do valor que o ProJovem têm na educação do país. A cidade de João Pessoa já abraçou a causa, avaliada com sucesso pelo trabalho que vem sendo desenvolvido no município, a alegria não poderia ser maior”, comemorou Márcia.

O novo ProJovem vai permitir que os jovens sejam reintegrados ao processo educacional, recebam qualificação profissional e tenham acesso a ações de cidadania, esporte, cultura e lazer. Segundo Márcia Lucena, o programa lançado pelo presidente Lula prevê a criação do ProJovem Urbano, semelhante ao programa que existe hoje, com ampliação da idade dos beneficiários (que passaria de 18 a 24 para 18 a 29 anos) e atendimentos ao jovens que estão apenas alfabetizado (atualmente, eles precisam ter concluído a quarta série do ensino fundamental). O período de formação também passará de 12 para 18 meses. “O programa também prevê a criação do ProJovem Campo, do ProJovem do Ensino Médio e do ProJovem para presidiários”, disse Márcia.

Feira – Vários produtos confeccionados pelos jovens de João Pessoa foram expostos durante a feira que aconteceu no Museu Nacional. O estande da Prefeitura da Capital contou com convites e cartões de papel machê, bonecos de pano, roupas customizadas, bijuterias, esculturas, pufes de material reciclável, painéis grafitados e telas. Os objetos foram confeccionados em oficinas ministradas pelo ProJovem.

ProJovem – O ProJovem Municipal já atendeu 4.050 pessoas na Capital, oferecendo escolarização (conclusão do ensino fundamental), qualificação e ação comunitária. Cada beneficiado ainda recebe uma bolsa de R$ 100, como incentivo, durante as aulas, que duram um ano. Atualmente, o programa está com matrículas abertas para preencher 3.600 vagas da nova turma, sendo que 4.800 candidatos já se inscreverão. As matrículas terminam no dia 24 de setembro. Entre os dias 24 e 27 acontece a Semana da Acolhida e as aulas começam no dia 28.