Experiência do Educanvisa em João Pessoa é destaque nacional

Por - em 31

Executado nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental Agostinho Fonseca, no Cristo, e Cantalice Leite Magalhães, no Bairro das Indústrias, o projeto Educanvisa de João Pessoa ganhou destaque nacional. A experiência foi divulgada no livro “Educação para o consumo responsável de medicamentos e de outros produtos sujeitos à vigilância sanitária: Educanvisa”, publicado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. E o CD “Cantigas de Saúde”, produzido pelos alunos pessoenses, começará a ser distribuído em todos os estados que fazem parte do projeto.

O Educanvisa tem como objetivo conscientizar a comunidade local em relação aos riscos associados ao consumo de produtos sujeitos à vigilância sanitária influenciado pela propaganda. Nas duas unidades de ensino municipal, a ação é coordenada pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) e envolve atualmente cerca de 1.300 alunos que realizam atividades como produção de painéis, passeios ecológicos, estudo sobre plantas medicinais com orientações educativas, oficinas sobre as temáticas da automedicação, drogas lícitas, meio ambiente, cidadania, doenças sexualmente transmissíveis, entre outras, e ainda ações integradas com profissionais do Serviço de Assistência Médica de Urgência de João Pessoa (Samu – JP) e do Programa Saúde da Família (PSF).

Em 2007, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba, os alunos gravaram seis paródias e raps tendo como foco o combate a dengue, o tabagismo, a hipertensão, a influência das propagandas na automedicação e a valorização da saúde. Esse trabalho estará sendo reproduzido pela Anvisa nacional e, por fim, distribuído com todos os participantes do projeto.

As atividades do Educanvisa acontecem semanalmente, sempre na quarta-feira, e envolvem não apenas os alunos matriculados, mas toda a comunidade. “As crianças são os principais alvos do projeto, mas isso não quer dizer que atinge só eles. Os participantes atuam principalmente como agentes multiplicadores, seja promovendo atividades como “A Hora do Chᔠou a Semana de Combate à Hipertensão, abertas à comunidade, ou repassando aos seus familiares e amigos os conhecimentos adquiridos por meio do projeto”, comentou Eriomilza Estrela, coordenadora do Educanvisa em João Pessoa.

De acordo com Eriomilza, as ações bem sucedidas das escolas Agostinho Fonseca e Cantalice Leite Magalhães já romperam fronteiras para além da comunidade do seu entorno. Acompanhando as experiências bem sucedidas, nove unidades de ensino da rede municipal solicitaram a participação no Educanvisa. Em setembro, as escolas Antonia do Socorro Machado, Zulmira de Novaes, Zumbi dos Palmares, Apolônio Sales de Miranda, Bartolomeu de Gusmão, Tharsila Barbosa da Franca, Raimundo Nonato, Anayde Beiriz e Durmeval Trigueiro irão participar de uma capacitação ministrada pela Anvisa nacional, se preparando para iniciar em 2010 as ações educativas do projeto.