Exposição fotográfica na Casa da Pólvora traz novo olhar sobre Cuba

Por - em 23

Os amantes da fotografia terão a oportunidade de conferir, nesta quinta-feira (30), a partir das 18h, na Casa da Pólvora, a abertura da exposição fotográfica ‘Cuba, Um Outro Olhar’, da artista plástica, arquiteta e pesquisadora Cida Lemos. No mesmo dia, às 14h, acontece a palestra ‘O olhar fotográfico: uma apreciação estética sobre o ato de fotografar’, ministrada por Cida. A promoção é da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMPJ), por intermédio da Fundação Cultural (Funjope).

A abertura do evento será marcada por apresentações de músicos da Associação dos Violinistas da Paraíba, além da instalação de um estande do Sebo Cultural, onde ficará exposto material bibliográfico relacionado a Cuba.

A exposição, que permanece em cartaz até o dia 15 de novembro, já percorreu alguns países com a intenção de mostrar uma Cuba que muitos não conhecem, com seus aspectos arquitetônicos, sua cultura e sua gente. As 40 fotografias enfocam a capital Havana numa semana histórica, quando o ex-presidente Fidel Castro renunciou ao cargo que ocupava há 49 anos e, segundo a autora, o momento foi marcante, mas nada conturbado.

O tão polêmico país do Caribe, quase sempre registrado em sua face mais sofrida, devido às tantas dificuldades econômicas advindas do embargo econômico que sofreu após a revolução de 1959, é revelado em toda a sua complexidade pelas lentes de Cida.

A mostra apresenta as imagens de forma didática, com textos explicativos escritos em português e em espanhol. As fotos têm imagens aquareladas com poucos contrastes de luz e sombra, o que confere uma atmosfera de poesia.

Sem buscar o preciosismo fotográfico e a perfeição técnica, o conjunto ‘Cuba, Outro Olhar’, é um documento sobre o momento histórico de uma nação tão pequena e ao mesmo tempo tão falada, discutida e, principalmente, cantada.

A autora – Cida Lemos teve sua formação artística realizada em Curitiba, no Paraná. Sua trajetória inclui três premiações nacionais e diversas exposições dentro e fora do país. O Seu trabalho usa a fotografia como suporte, onde a técnica não é usada como um fim e sim como um elemento que conduz a idéia que se transforma em arte. Outro fato marcante em seu trabalho é a constante presença da irreverência e da denúncia.

Patrimônio histórico – Este evento será também uma oportunidade para visitar a Casa da Pólvora, uma construção de 1710, tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional e sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).