Famílias comemoram a entrega de 49 casas reconstruídas no Timbó

Por - em 33

Agradeço primeiramente a Deus e depois à Prefeitura em ter construído essa casa para mim e minha família”. Essas foram as palavras de agradecimento da doméstica Neuza Maria da Silva, que mora há 20 anos na comunidade do Timbó com o marido, sete filhos, além do sogro e da sogra. Dona Neuza foi uma das 49 pessoas beneficiadas com moradias reconstruídas e entregues pela Prefeitura de João Pessoa na noite desta quarta-feira (20), no Timbó. A solenidade contou com a participação do prefeito Ricardo Coutinho (PSB). Essas unidades foram cadastradas no Programa do Susbsídio Habitacional (PSH), que transforma casas de taipa em alvenaria.

Segundo ela, no período chuvoso, o desespero da família era grande, noites sem dormir, com a preocupação da casa de taipa desabar. Hoje, ela olha para nova casa e afirma. “Pelo o que meu marido ganha, jamais eu teria condições de ter uma casa como essa, pia na cozinha, com cerâmica e banheiro dentro de casa, já que eu nunca tinha tomado banho de chuveiro”.

A mesma alegria manifestou o ajudante de pedreiro Francisco de Assis dos Santos, de 41 anos, cuja casa apresentava rachaduras. “Moro na comunidade há oito anos com minha mulher e mais duas filhas. Não tenho um trabalho fixo e com a renda que tenho não daria para ter uma casa como esta que ganhei da prefeitura. É uma alegria muito grande”, agradeceu Francisco.

Em discurso, a líder comunitária Berenice Ribeiro afirmou que essa foi uma conquista muito grande para a população carente do bairro. “Moro aqui desde 1987 e vi de perto o sofrimento dessas pessoas, que moravam em barracos de taipa e lona”.

Moradias dignas
– Para a secretária de Habitação, Emília Correia Lima, a alegria não é só da comunidade, mas também da própria Prefeitura. “Estamos trabalhando intensamente para levar dignidade às pessoas. Quando chegamos aqui para fazer o cadastramento, muitos não acreditaram que iriam ter uma casa nova. Hoje, alguns meses depois, estamos aqui para entregar as casas e comprovar que quando se quer, se consegue, pois nessa administração quando se diz que vai fazer, se faz”, garantiu Emília.

Bastante aplaudido pelo povo, o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) começou o discurso fazendo um breve histórico das ações da Secretaria de Habitação, que já beneficiou famílias com a entrega do Condomínio Gervásio Maia, no Colinas do Sul; da reforma dos apartamentos do Condomínio Amizade, no Valentina, entre outras obras que já foram e serão entregues. “Em pouco mais de dois anos e meio, a Prefeitura vai entregar agora no mês março a casa de número três mil, o que representa uma média de quatro unidades por dia, isso contando com feriado e fim de semana. Esse esforço comprova o respeito do Governo Municipal com o dinheiro do povo, pois não estamos fazendo mais que nossa obrigação, apenas aplicando os recursos onde se deve. Estamos oferecendo mais dignidade, mais segurança e mais tranqüilidade para 49 famílias”, ressaltou Ricardo.

Além de garantir uma moradia digna, a PMJP também vai oferecer outros equipamentos públicos para os moradores do Timbó, como a construção de um Centro de Referência de Educação Infantil (Crei) e uma cozinha comunitária. “Nesse governo as metas são traçadas junto com a população, pois o povo tem vez e voz. E todas essas conquistas não têm mágica, apenas o respeito com o dinheiro que o povo paga em impostos e a capacidade de ouvi-lo”, afirmou o prefeito.

Estrutura – Com a entrega das 49 casas no Timbó, construídas através do Programa de Subsídio Habitacional (PSH), que transforma casas de taipa em alvenaria, já são 687 unidades habitacionais entregues, das 851 previstas inicialmente na primeira etapa. Ainda estão programadas, dentro do calendário de entrega de casas para este mês, 38 unidades no bairro do Cristo, cinco no Rangel, 20 em Barra de Gramame e 13 em Engenho Velho. Cada casa mede 37,2 metros quadrados de área, com dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

O gasto com cada unidade habitacional foi de R$10 mil totalizando mais de R$1,9 milhão, recursos provenientes de mais uma parceria entre a Prefeitura de João Pessoa e o Governo Federal, através do Ministério das Cidades.