PlanMob João Pessoa - Plano Diretor de Mobilidade Urbana

Famílias desabrigadas pelas chuvas são atendidas pela Sedes e Defesa Civil

Por - em 190

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e a Defesa Civil da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) removeram, na manhã desta quinta-feira (5), uma família com oito pessoas do bairro São José. A medida de prevenção ocorreu depois do alagamento causado pelas chuvas na área. A família foi acolhida num abrigo provisório que está funcionando na Escola Municipal Nazinha Barbosa, em Manaíra.

Segundo informações da Diretora de Organização e Participação Popular (Dipop), Edite Rodrigues, a casa ficou com a estrutura muito comprometida depois do alagamento. Ela disse ainda que a retirada da família é uma ação emergencial. “Quando baixar o nível da água vamos analisar a situação e avaliar que procedimento será tomado, se a família poderá retornar ao local ou se será encaminhada para receber o auxílio-moradia”, disse ela.

Famílias – De acordo com Edite Rodrigues, cerca de 1,5 mil famílias foram retiradas das 31 áreas de riscos existentes na Capital, desde a quinta-feira da semana passada, período em que foram registradas fortes chuvas. Dessas famílias, 300 receberam abrigo por um pequeno período e, com a redução do volume das chuvas, retornaram a suas casas.

Até esta quinta-feira (5), continuam recebendo assistência da PMJP 17 famílias que perderam totalmente suas moradias, sendo sete na Escola Municipal Damásio Franca, vindas da Comunidade Saturnino de Brito; seis do Vale do Timbó, que estão no Centro de Referência da Cidadania dos Bancários (CRC); e quatro na Escola Municipal Zumira de Novais, em Cruz das Armas.

Monitoramento – Mesmo com a redução das chuvas, as equipes continuam realizando um trabalho integrado, tanto nas áreas de risco quanto na assistência às famílias que estão os abrigos, com alimentos, cobertores, colchões e outros produtos de necessidade básica. As famílias que deixaram os abrigos voltaram para casa com o suporte de cobertores, colchões e cestas básicas.

O auxílio moradia é concedido pela PMJP por seis meses, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. Conforme a diretora da Dipop, a família que não consegue mudar a situação socioeconômica é incluída no Programa de Habitação Social (PHS) ou no Programa Minha Casa Minha Vida.