Famílias que tiveram casas interditadas recebem auxílio

Por - em 23

A Defesa Civil de João Pessoa, em conjunto com a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), prossegue esta semana com o cronograma de visitas as áreas consideradas de risco. Na manhã desta segunda-feira (13), a equipe esteve na Comunidade Beira da Linha, no bairro Alto do Mateus, onde sete casas precisaram ser interditadas sob risco de desabamento.

“Estamos finalizando hoje a vistoria nesta comunidade, onde estamos fazendo o acompanhamento das famílias que estão instaladas em casas construídas em locais impróprios”, afirmou Rodrigo Marques, coordenador da Defesa Civil.

Assim que os técnicos da Defesa Civil confirmam que o imóvel está comprometido, a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social entra em ação para fazer o acompanhamento das famílias. Depois do cadastro realizado, as famílias passam a receber uma bolsa-auxílio moradia no valor de R$ 200, para custear as despesas com o aluguel de uma casa em um local seguro.

Uma das moradoras que vai receber esse auxílio da Prefeitura é Josefa de Lima, que mora na Rua Luís Jacinto, n° 1.210. “Moro sozinha nessa casa há 21 anos. Quando chove a situação fica muito ruim, pois a casa enche de água na altura dos joelhos e não tenho para onde ir. Mas agora, com o cadastramento da Prefeitura a situação vai melhorar”, afirmou a moradora.

Próximas visitas – Segundo o coordenador da Defesa Civil, Rodrigo Marques, este trabalho de vistorias nas áreas de risco segue um calendário permanente e é intensificado no período chuvoso. Esta semana estão agendadas visitas nas Comunidades Saturnino de Brito e Santa Emília de Rodat (ambas no Varadouro), e Renascer (Distrito Mecânico). “Essa ação tem o objetivo de identificar os imóveis com a estrutura comprometida, a fim de evitar transtornos aos moradores”, ressaltou o coordenador.