Feira Mulheres Empreendedoras em Movimento valoriza trabalho de artesãs

Por - em 31

Teve início na manhã desta segunda-feira (19) a Feira Mulheres Empreendedoras em Movimento, uma realização da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM). O evento, que valoriza o trabalho de artesãs paraibanas, gera emprego e renda e incentiva a cultura local, acontece até a próxima sexta-feira (23), das 8h30 às 17h, no Ponto de Cem Reis, no Centro da Capital.

Segundo Lúcia Silva, coordenadora de Trabalho e Enfrentamento à Pobreza, um dos principais objetivos da Feira é tornar visível o trabalho das artesãs. “Além de dá visibilidade, o evento, que acontece há sete anos, é uma garantia de renda para as artesãs e também eleva a auto-estima dessas mulheres, à medida que seus trabalhos são valorizados”, disse.

Ao todo 17 grupos de artesãs participam da Feira Mulheres Empreendedoras, totalizando 138 mulheres, e mais 75 empreendedoras individuais, que produzem e comercializam artesanatos e produtos, entre bijuterias, crochê, bordados, panos de prato, bolsas, chapéus, roupas confeccionadas com algodão colorido, objetos de decoração e muito mais. “O evento vem crescendo a cada realização. Só este ano, já realizamos outras quatro edições. Esta é a quinta. Nada melhor do que realizar em dezembro, próximo do Natal, um mês que aquece as vendas”, revelou Lúcia.

Lúcia disse que a prioridade para participar da Feira é dada a mulheres desempregadas ou aposentadas com renda igual ou inferior a um salário mínimo, responsáveis pelo sustento da família, grupos e empreendedoras referenciadas pelas ações da Prefeitura de João Pessoa e aquelas organizadas em grupos para geração de renda na perspectiva da economia solidária.

Artesanato é vida – A artesã Neirejan Alves tem 54 anos, mas desde os oito tem o dom de usar as mãos para o trabalho. Ela contou que quando começou, fazia redes de pesca para ajudar no sustento da família. “Com o tempo fui aprendendo e desenvolvendo o meu dom e passei a realizar o trabalho profissionalmente, para o meu sustento. Hoje, sou professora e ensino artesanato como voluntária em diversas Ongs”, lembrou.

Para ela, a feira é uma excelente oportunidade de mostrar o seu trabalho. “Uma das minhas maiores dificuldades e acredito que também as de muitas outras artesãs é que tínhamos o dom, fazíamos nosso trabalho, mas não tínhamos a oportunidade de mostrar, tornando-o nossa fonte de subsistência. Hoje, ganhamos com a venda de produtos, durante a feira, mas ganhamos também clientes que nos encomendam produtos o ano inteiro”, afirmou.

É o caso da artesã Solange Silva. Ela disse que depois que começou a participar da feira, abriram-se muitas portas. “Tínhamos o talento, mas ficávamos escondidas”, falou.

Trabalho reconhecido – Quem esteve presente ao evento, pôde conferir de perto o trabalho dessas pequenas empreendedoras e grandes mulheres que valorizam e enriquecem a cultura do nosso Estado. Fátima Livramento é também artesã, mas estava apenas passeando, conhecendo a feira e trocando experiências com as colegas. Segundo ela, é importante esse incentivo do Governo Municipal. “Acho interessante essa oportunidade que muitas têm de mostrar o trabalho desenvolvido”, frisou.

Mãe e filha, Goreti e Carla Lima atestaram: “Temos mais é que valorizar o que a Paraíba tem de melhor”, pontuaram.

Cultura e Culinária – A Feira Mulheres Empreendedoras também tem um espaço reservado para culinária e cultura. Alguns estandes fornecem comidas típicas como tapioca, doces, bolos e outras guloseimas.

Em um palco montado no local apresentam-se seis atrações paraibanas, sempre a partir das 15h. Nesta segunda-feira (19), foi a vez da banda Afronordestinas. Na terça-feira (20) apresenta-se o grupo Raízes. Na quarta-feira (21), a cantora Lua Isa. Já na quinta-feira (22) a atração será o grupo de samba Batuque de Saia. Para encerrar, na sexta-feira (23), apresenta-se o coral Voz Ativa.

Empreender Mulher – Nesta terça-feira (20) serão abertas, na feira, as inscrições para o programa de micro crédito Empreender Mulher. Quem passar pelo Ponto Cem Réis e tiver interesse no financiamento para a abertura de algum empreendimento, deve apresentar cópias do CPF, RG e comprovante de inscrição. As inscrições ficam disponíveis das 10h às 17h.

Programação cultural:

20/12 – Grupo Raízes

21/12 – Lua Isa

22/12 – Batuque de Saia

23/12 – Coral Voz Ativa