Feirinha de Tambaú ganha novos boxes para 44 artesãos

Por - em 35

Foi num clima de festa – precedida pelos acordes da banda de música 5 de Agosto – e reconhecimento público, que o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) inaugurou na noite do sábado (10), a reurbanização da Praça Vicente Trevas, em Tambaú, local onde há décadas funciona a tradicional ‘Feirinha de Tambaú’. Totalmente requalificada, a área passou a ter um projeto arquitetônico adequado à topografia do terreno e ao tipo de comércio de produtos artesanais que predomina no local.

A iluminação, o piso, o prédio e o paisagismo foram projetados especialmente para a região praieira, com o uso de materiais típicos da região litorânea, como madeira e telhas de cerâmica, tijolos rebocados e pintados para as paredes e blocos intertravados de cimento com pigmentação, para o piso. O projeto de paisagismo considerou espécies de Mata Atlântica.

Com a conclusão desta etapa, a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) entrega à população um equipamento destinado à geração de renda para os comerciantes que ocupam os 44 boxes, e um espaço de lazer aos usuários. Ano passado, a PMJP já requalificou a área vizinha, onde ordenou todos os comerciantes do setor de alimentos e bebidas. As obras custaram R$ 1,4 milhão provenientes de uma parceria entre a PMJP e o Banco do Brasil e contemplaram artesãos, que a partir de agora, são os permissionários legais dos boxes.

Para a presidente da Associação dos Artesãos da Feirinha de Tambaú, Jocélia Andrade Viana, a iniciativa foi valiosa. “Essa reforma é um presente para nós que antes não tínhamos onde guardar nossos produtos, vendíamos nas calçadas sob o sol ou na chuva, e agora temos algo que é nosso. Além de bonito, o lugar nos dá segurança, hoje e no futuro. Pode mudar o governo que ninguém toma mais nosso lugar. Organizados, vamos vender mais”, disse.

Público – A solenidade contou com uma forte participação popular que aprovou a nova paisagem. “Eu achei maravilhoso isso aqui. Essa área dava até medo de vir, mas agora não. Agora está bonita, iluminada e grande. Engraçado como eu nunca tinha reparado no tamanho da praça”, disse o técnico em informática José de Arimatéia. Para Joaquim Soares, professor de artes, o espaço “é legítimo para as brincadeiras com os brinquedos artesanais e genuinamente nosso: a peteca, por exemplo, que é um artefato indígena oriundo dos potiguaras. Além, é claro, do cenário de praça mesmo, para onde acorrem crianças e adultos buscando lazer”.

Enquanto entregava a praça à população, o prefeito Ricardo Coutinho lembrou o período em que freqüentava a Feirinha, no início da década de 80, onde o único equipamento instalado no local era a lanchonete A Nutritiva, então o ponto de encontro de todos os que faziam a contracultura naquela época. “Essa transformação neste local é o resultado da vontade deste Governo em promover geração de renda. Com esses melhoramentos, promovemos a dignidade desses trabalhadores e também oferecemos um espaço para os turistas”.

Ele ressaltou que todo o planejamento das obras visa, em primeiro lugar, o bem estar do pessoense. “Se for bom para nossa população, também é bom para os que nos visitam, avaliou.

Ricardo Coutinho anunciou também que ainda neste primeiro semestre do ano, 79 obras serão entregues à população, entre elas a reforma do Mercado de Peixes de Tambaú, a duplicação da Avenida Dom Pedro II e mais quatro escolas e quatro creches que abrirão mais 6 mil vagas na rede pública municipal de ensino.