Festa das Neves começa com Vander Lee e encontro da cultura popular

Por - em 46

No primeiro dia da Festa das Neves 2011, o cantor e compositor mineiro Vander Lee traz à capital paraibana o show “Lado Bamba”. Antes, quem sobe ao palco do Ponto de Cem Réis é a artista Mira Maya. A programação deste sábado (30) começa às 19h, com o ‘Brincantes Brasileiros na Paraíba’, um encontro nacional de cultura popular tradicional, reunindo grupos de diversas partes do país, a exemplo do Rio Grande do Norte, Sergipe, Pernambuco, Amazonas e Rio de Janeiro. A realização é da Prefeitura de João Pessoa, por meio de sua Fundação Cultural (Funjope).

O mais recente trabalho de Vander Lee faz reverência à alegria dos encontros. Assim, o show “Lado Bamba” transita pelo samba em companhia de maxixes, pagodes de viola, congados, marchas, valsas, salsas, baiões, bossas e toadas. Os arranjos são um mergulho na brasilidade já existente no repertório e na carreira do artista e dos músicos que o acompanham.

Dessa nova safra saíram temas ainda inéditos do compositor mineiro, que podem ser percebidos nas canções “Pimenta Malagueta”, “Vai Assombrar Porco”, “Arlequim” e “Sambarroco” (essa última em parceria com Dudu Nicácio). Acompanham Vander Lee no show em João Pessoa os músicos Thiago Delegado (violão de sete cordas e direção musical), Sérgio Danilo (sopros), além de Matheus Bahiense e Fabio Martins (percussão). A apresentação conta ainda com a participação especial da cantora e atriz Regina Souza.

Apesar da espinha dorsal do show ser o “Lado Bamba”, Vander Lee também fará um retrato poético do cotidiano, com seus temas conhecidos em trabalhos anteriores, que passam por amores, futebol, ônibus e momentos urbanos, já registrados em seis CDs e dois DVDs. É dessa safra seus grandes sucessos como “Onde Deus Possa me Ouvir”,  “Românticos”, “Esperando Aviões”, “Iluminado” e “Alma Nua”. As versões transitam entre pagode, bossa e choro, em uma sonoridade ao mesmo tempo dançante e camerística.

Mira Maya – Na programação do primeiro dia da Festa das Neves 2011 quem também anima o público é a cantora e compositora paraibana Mira Maya, que apresentará o show “Meu Rock é Blue”. O trabalho flerta com astros do blues, soul e rock nacional e internacional. O repertório conta com canções de autoria da artista e de bandas do cenário musical brasileiro e estrangeiro.

Mira Maya promete misturar novos arranjos em composições já conhecidas. “Além de ouvirmos muito as bandas da nossa cidade, eu e os meninos da banda temos muita influência de ícones como Rita Lee, Alanis Morissette, Amy Winehouse, Nina Simone, B.B. King, Eric Clapton, Cássia Eller, Tina Turner e Roberto Carlos na época mais rock and roll dele”, comentou.

Mira Maya já figura pelos espaços musicais da Paraíba e de outros estados do Nordeste há cinco anos. A banda que acompanha a artista no show de sábado é formada pelos músicos Emanuel Júnior (baixo), Diego Miranda (bateria), Walter Guimarães (guitarra), Walter Pedrosa (guitarra), Herlon (teclados), além de Jackson Diniz e Manu Lima, nos vocais.

“Brincantes Brasileiros na Paraíba” – A novidade da programação da edição 2011 da Festa das Neves é o ‘Brincantes Brasileiros na Paraíba’. O encontro nacional de cultura popular tradicional vai reunir durante oito dias 33 grupos e duplas, além da exibição do documentário “Missão de Pesquisas Folclóricas” (São Paulo, 1938), do poeta e romancista Mário de Andrade, com 25 minutos. As apresentações começam na tenda sempre a partir das 19h, antes dos shows dos artistas locais e nacionais, previstos para iniciarem às 21h.

Babau Joaquim Guedes – O principal expoente da cultura do Babau em João Pessoa foi o Mestre Joaquim Guedes. Ele dedicou seus 65 de idade a dar vida a vários bonecos como Coronel João Redondo; Nego Benidito; Padre João do Queixo Fino; a Cobra; o pelotão de soldados; Satanás com o rabo chamejante; Quitéria, mãe de Benedito; Alma; além de outros personagens.

Nascido no município paraibano de Alhandra, a 36km da Capital, Joaquim Guedes começou a fabricar seus bonecos aos nove anos de idade. Ele usava coco verde para entalhar as primeiras personagens. Mais adiante, passou a utilizar madeira de imbaúba, mulungu ou jangada. Com o falecimento do artista, assumiu a brincadeira o filho Edvaldo Nascimento da Cunha, mais conhecido por Vavau, que atribuiu o nome de Babau Joaquim Guedes ao teatro de mamulengos, em homenagem ao pai.

Cavalo Marinho de Bayeux – O folguedo é uma herança deixada pelo mestre Gasosa e hoje é conduzido pelo Mestre Zequinha. O Cavalo Marinho é uma variante da brincadeira do boi e apresenta personagens humanos (Mateus, Birico, Contramestre e os galantes), além de animais (Boi, Burra, Bode, Cavalo Marinho) e seres mitológicos (Jaraguá, Arlequim e Gigante). Rabeca, pandeiro e triângulo traduzem o som de toadas, aboios, baianos e louvações que dão ritmo e melodia à dança feita pelos integrantes.

Caiana dos Crioulos – Caiana é uma comunidade quilombola que fica no município de Alagoa Grande, distante 111 km de João Pessoa. A localidade é conhecida nacionalmente como uma das 35 legítimas remanescentes de africanos no Estado.

Ainda hoje é possível ver as tradições africanas herdadas ao longo das várias gerações. Seus instrumentos, músicas, danças e costumes ainda guardam muito da cultura e da história de uma das raças da miscigenação brasileira.  O coco e a ciranda são uma dessas importantes manifestações populares do local. Dona Edite é uma das principais referências da comunidade, que vai se apresentar com seu grupo neste sábado, no Ponto de Cem Réis.

 

Confira abaixo a programação completa da Festa das Neves 2011:

 

“BRINCANTES BRASILEIROS NA PARAÍBA”

Local: Ponto de Cem Réis (tenda do encontro nacional de cultura popular tradicional)

Horário: 19h

 

Sábado – 30/07

Babau Joaquim Guedes (Bairro dos Novais – João Pessoa/PB)

Cavalo Marinho de Bayeux (Bayeux/PB)

Caiana dos Crioulos (Alagoa Grande/PB)

 

Domingo – 31/07

Caboclinho de Ceará-Mirim (Ceará-Mirim/RN)

Congos de Pombal (Pombal/PB)

Ciranda de Vó Mera e seus Netinhos (Rangel – João Pessoa/PB)

Coco do Mestre Zé Zuca (Queimadas/PB)

 

Segunda-feira – 01/08

Babau do Mestre Clébio (Guarabira/PB)

Lapinha São Sebastião (Cruz das Armas – João Pessoa/PB)

Coco do Mestre Benedito (Cabedelo/PB)

Coco do Galo Preto (Recife/PE)

 

Terça-feira – 02/08

Babau do Mestre Clóvis (Guarabira/PB)

Nau Catarineta Feminina (Cabedelo/PB)

Lindalva e Lavandeira (Várzea Nova – Santa Rita/PB e Natuba/PB)

Coco Novo Quilombo de Gurugi (Conde/PB)

Jongo do Pinheiral (Pinheiral/RJ)

 

Quarta-feira – 03/08

Cavalo Marinho Infantil do Mestre João do Boi (Bairro dos Novais – João Pessoa/PB)

Ciranda Nova de Odete de Pilar (Pilar/PB)

Cambindas Brilhantes de Lucena (Lucena/PB)

Cirandeiros do Vale do Gramame (Engenho Velho – João Pessoa/PB)

 

Quinta-feira – 04/08

Zezinho da Borborema e Curió de Bela Rosa (Guarabira/PB e Mogeiro/PB)

Coco de Roda Indígena da Aldeia Cumaru (Baía da Traição/PB)

Ciranda do Sol (Bairro dos Novais – João Pessoa/PB)

 

Sexta-feira – 05/08

Exibição do documentário  “Missão de Pesquisas Folclóricas” (São Paulo, 1938), de Mário de Andrade com 25 minutos

Boi de Reis Estrela do Norte (Bairro dos Novais – João Pessoa/PB)

Reisado de Zabelê (Zabelê/PB)

Maracatudo Camaleão (Olinda/PE)

Boi Bumbá Corre Campo (Manaus/AM)

Ciranda dos Tupinambás (Mandacaru –João Pessoa/PB)

 

Sábado – 06/08

Maracatu Rural Leãozinho das Flores (Pedras de Fogo/PB)

Cacumbi do Mestre Deca  (Laranjeiras/SE)

Samba de Pareia (Laranjeiras/SE )

Penha Cirandeira  (Várzea Nova –  Santa Rita/PB)

Banda Cabaçal do Mestre Zé Pretinho (Tavares/PB)

 

SHOWS

Local: Ponto de Cem Réis (palco dos shows)

Horário: 21h

 

Sábado – 30/07

Mira Maya

Vander Lee

 

Domingo – 31/07

Polyana Resende

Quarteto em Cy

 

Segunda-feira – 01/08

Cabruêra

Banda Eddie

 

Terça-feira – 02/08

Banda Tuaregs

Márcio Greyck

 

Quarta-feira – 03/08

Banda Auto Pista

Bartô Galeno

 

Quinta-feira – 04/08

Banda Sonora Samba Groove

Banda Black Rio

 

Sexta-feira – 05/08

Orquestra de Câmara Cidade de João Pessoa (OCCJP)

Zélia Duncan

 

Sábado – 06/08

Paulo e Babi

14 Bis