Festival de Xadrez reúne alunos da rede municipal nos Bancários

Por - em 23

No dia 28 deste mês, a Praça da Paz, no bairro dos Bancários, vai ser tomada por alunos de escolas municipais envolvidos no projeto ‘Xadrez Escolar’. Eles vão participar do 1º Festival de Xadrez da rede municipal de ensino, que tem o objetivo de promover a integração entre os alunos e ainda divulgar a prática do xadrez na comunidade. A expectativa é de que pelo menos mil alunos participem do torneio.

Oito tendas serão montadas na praça, onde a Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), juntamente com a Secretaria de Esporte, Juventude e Recreação (Sejer), disponibilizará estrutura para que aconteçam as competições em três modalidades: xadrez pensado (com cronometragem), xadrez simultâneo e xadrez rápido. O festival acontece durante todo o dia e tem caráter lúdico, não competitivo. Os participantes que se destacarem receberão brindes.

Atualmente, 2.500 alunos são atendidos pelo projeto Xadrez nas Escolas, que abrange 90 unidades da rede municipal. A Sedec também desenvolve o projeto Inclusão do xadrez na educação infantil, de forma experimental, no Centro de Educação Infantil (Crei) El Shaday, trabalhando aproveitamento da oportunidade do jogo para discutir relações de gênero, etnia e sociabilidade. “O xadrez é introduzido na educação por meio de um tabuleiro gigante, com peças do tamanho dos praticantes. Fazemos com o xadrez uma analogia da vida real, mostrando as mudanças sociológicas, dando lições contra a violência, que ainda é grande em escolas e Creis e também trabalhando o respeito às diferenças”, explica a coordenadora pedagógica do projeto, Lili Cavalcanti.

O xadrez tem oportunizado o crescimento intelectual dos participantes, bem como o exercício da ética e do respeito mútuo, elementos importantes para este esporte. De acordo com o coordenador geral do projeto, Chico Cavalcanti, o número de praticantes em escolas municipais de João Pessoa é inédito no Brasil. “É a importância do xadrez na ferramenta educacional. Trabalhamos com crianças em situação de risco social, mostrando as oportunidades, fazendo-as enxergar novos horizontes. Isso é bom, pois também valoriza o estudante”, comenta.

A campeã Norte-Nordeste de xadrez, Rebeca Barros, deve intermediar e participar de algumas partidas, com o objetivo de repassar a experiência que tem junto ao esporte. Outras informações sobre o 1º Festival de Xadrez da rede municipal de ensino podem ser obtidas através do telefone 3214-4135.