Festival encerra ações pelos 20 anos do ECA nesta sexta

Por - em 42

O “IV Ecarte – Estatuto da Criança e do Adolescente através da Arte” será realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) na próxima sexta-feira (30), a partir das 13h, no auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. Com o tema “Direito à saúde e à vida, sem drogas”, o evento encerra o calendário de atividades comemorativas pelos 20 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O Ecarte é um festival de arte realizado no mês do aniversário do ECA, onde as crianças e adolescentes atendidos pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) apresentam, através de espetáculos teatrais, de música, de dança ou artes plásticas, o que foi compreendido por eles acerca de seus direitos e deveres garantidos pelo Estatuto, em atividades realizadas nos 32 núcleos do programa nesse período.

Ao todo serão apresentados 20 espetáculos de teatro, música e dança, no auditório da Estação Cabo Branco. Mais 50 trabalhos de artes plásticas, como esculturas, pinturas em tela, máscaras, gravura em tela e papel, desenhos e instalações ficarão expostos no Salão Panorâmico. Nesta edição, também serão expostas 400 poesias e cordel, ligadas ao tema drogas. Toda produção artística exibida no Festival foi criada e executada pelos próprios alunos, com apoio dos monitores do Programa. O Festival é aberto ao público.

A diretora de Organização Comunitária e Participação Popular da Sedes, Cassandra Figueiredo, explica que o Festival é resultado de uma integração do Peti, através dos seus núcleos, com os Centros de Referência de Cidadania (CRC’s). “O Ecarte é fruto de um trabalho de arte-educação que propicia a edificação de um conhecimento mais complexo e mais humano. Através da exploração da criatividade e reconhecimento de potencialidades artísticas, o educando passa a assimilar e consequentemente expressar o que foi apreendido, isso tudo de forma lúdica e prazerosa. Neste festival entramos em contato com a expressão do conhecimento e sentimentos apreendidos, através da linguagem, cênica, plástica e musical, contribuindo assim para uma educação cidadã”, destacou Cassandra.

A diretora lembra que todos os anos, como parte da programação do Ecarte, além das atividades artísticas acontecem Rodas de Diálogos aberto ao público interessado, sobre os direitos da criança e do adolescente, assim como informações sobre os mecanismos existentes de garantia desses direitos. “Este ano, ao abordamos a questão da saúde, estamos dando ênfase à questão das drogas, em especial o crack, por se tratar de algo presente em nossa sociedade, nas localidades em que trabalhamos e que afeta diretamente toda estrutura familiar, incluindo a saúde da família”, finalizou.

Após o Festival, os trabalhos de artes plásticas também serão expostos no Casarão 43, Paço Municipal, Biblioteca Central da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e no Centro Administrativo Municipal. O IV Ecarte conta com o apoio do Instituto Alpargatas.

Programação:

Espetáculos de Teatro/Núcleo:

1. Drogas não escolhe cor, raça e nem classe social – CRC do Cristo

2. Asas da Imaginação – Centro Livre Meninada V

3. Arte é Vida – Centro Livre Meninada II

4. De bem com a vida – CRC dos Funcionários

5. Cordel da Arca – Arca Ilha do Bispo

6. Estrelas do Amanh㠖 CRC dos Bancários

Espetáculos de Dança/Núcleo:

1. Brasil mostra tua cara – Centro Livre Meninada III

2. Danças Folclóricas – CRC de Mandacaru

3. Capoeira Axé é Vida – CRC Jardim Veneza

4. Adolescentes em ação – Casa Pequeno Davi

5. Sementes do Amanh㠖 Casinha

6. Anjos de Deus – Associação São José

Espetáculos de Música/Núcleo:

1. Herdeiros do Futuro – CRC de Cruz das Armas

2. Paradia – Drogas – Santa Clara

3. Água – Olho do Tempo

4. Jogral Sal e Luz – Gêneses

5. Sarau Poético – Patrícia Tomaz

Espetáculos de Dança e Música/Núcleo:

1. Resgatando o Coco de Roda – Muçumagro

2. Embolada – Mumbaba

3. Rap – Centro Livre Meninada I