Fim de semana de arrasta-pé e grandes shows na Capital

Por - em 24

O “São João em João Pessoa – O Melhor da Gente” atraiu um grande público para o Ponto de Cem Réis durante o feriado de São João e todo o final de semana. Na quinta-feira (24), sexta-feira (24) e sábado (26) e domingo (27), subiram ao palco atrações como Genilval Lacerda, Pinto do Acordeon, Siba, Fagner, Silvério Pessoa, Quinteto Violado, Deijinha de Monteiro, Zé e Luizinho Calixto, entre outros nomes da música nordestina e brasileira. O São João de João Pessoa está sendo promovido pela Prefeitura da Capital através da Fundação Cultural (Funjope).

Neste domingo (27) foi a vez da irreverência marcante de Genival Lacerda, acompanhado de seu filho, João Lacerda como principais atrações da noite. Ao lado de dançarinas o cantor fez o público rir e cantar junto sucessos como “Mate o Véio”, “Severina Xique-Xique”, “Rock do Jegue” e “Radinho de Pilha”. Abrindo a festa, às 19h, se apresentou o cantor e compositor Jairo Madruga, que levantou o público com clássicos do mais autêntico forró pé-de-serra, como o sucesso “Olha pro céu meu amor”. A segunda atração da noite foi o cantor Tony Dumont, que fez o público dançar agarradinho com um repertório mais romântico, interpretando sucessos da MPB como “Táxi lunar”, “Lembrança de um beijo” e “Anjo querubim”.

Sábado de forró, xote e coco – Os ritmos nordestinos ocuparam todo o espaço do Ponto de Cem Réis, no último sábado (26). Com muito forró pé-de-serra, xote, coco de roda e maracatu, Khrystal Saraiva, Siba e Pinto do Acordeon fizeram o público dançar durante as cinco horas de shows.

As atrações começaram às 19h, com a cantora potiguar Khrystal Saraiva interpretando sucessos da música regional e composições da nova geração de artistas populares nordestinos. Ao som de ‘Xote da Menina’, ‘Baião’ e ‘Último Pau-de-Arara’, eternizadas na voz de Luiz Gonzaga. Na sequência, o pernambucano Siba fez o público dançar ciranda. A noite foi encerrada pelo paraibano de Conceição de Piancó, Francisco Ferreira de Lima, o Pinto do Acordeon. Interpretando canções de autoria própria, como ‘Neném Mulher’ (trilha sonora da novela Tiêta, da Rede Globo), o xote ‘Arte culinária’ e ‘Transposição’, ele fez o público dançar forró até meia-noite.

Fagner, Zé e Luizinho Calixto – No palco, o artista incentivava e, na praça, o coro respondia. O show de Fagner foi todo assim. De um jeito íntimo e cúmplice, o cantor e compositor dividiu com a multidão vários trechos das canções. Na noite da sexta-feira (25), o arrasta-pé também teve a presença marcante dos paraibanos Zé e Luizinho Calixto, os irmãos “reis” da sanfona de oito baixos. A cultura popular, com as quadrilhas juninas ‘Aconchego’ e ‘Somos Unidos’, além do Boi de Reis Estrela do Norte e do trio Raízes do Forró, fizeram ainda a animação na Praça Dom Adauto.

No repertório, para responder ao público afinado, Fagner cantou antigos sucessos, como ‘Fanatismo’, ‘Canteiros’, ‘Borbulhas de amor’, ‘À sombra de um vulcão’, ‘Deslizes’ e outras músicas. Ates de Fagner, apresentaram-se os campinenses Zé e Luizinho Calixto. No repertório vários estilos tiveram vez. O público pôde ouvir tango, bolero, valsa, bossa nova, além de xotes, forrós, frevos, sambas baiões, chorinho e marchinhas juninas. Juntos, os irmãos comprovaram que são realmente os “reis dos oito baixos”.

Dia de São João – Na quinta-feira (24), décima primeira noite do São João realizado pela PMJP, o público que compareceu ao Ponto de Cem Réis assistiu a apresentação de três grandes atrações. O primeiro a subir ao palco foi Silvério Pessoa, que apresentou um mix de música contemporânea, pop, hip hop e rock, além de um acústico com violões, viola de 12 cordas e acordeon. A segunda atração foi Quinteto Violado, que fez uma homenagem a Luiz Gonzaga, cantando ‘Asa Branca’, entre outras composições. A noite foi encerrada com o típico forró de Deijinha de Monteiro, que não deixou ninguém parado. E para que o público não perdesse nenhum detalhe dos shows, a Prefeitura instalou dois grandes telões onde foram reproduzidas, em tempo real, as apresentações.

Já na Praça Dom Adauto, muita gente prestigiou o desempenho das quadrilhas. Na quinta-feira (24) se apresentaram as quadrilhas juninas Zé Monteiro e Ribeirão, além do Coco de Roda de Gurugi e o Trio pé de serra ‘Alegria do Forró’. No local, também foi montado o stand ‘Feira Fazendo Arte – economia solidária’ onde diversos artesãos apresentaram seus trabalhos para o público.