Flávio José reúne uma multidão no encerramento do São João de JP

Por - em 93

A última noite do ‘São João Pessoa – O Melhor da Gente’ levou uma multidão ao Ponto de Cem Réis para prestigiar o show do ‘Caboclo Sonhador’, Flávio José, que encerrou os festejos juninos da Capital, nesta sexta-feira (29), data em que se comemora o dia de São Pedro.

A festa foi promovida pela Prefeitura de João Pessoa, por meio da Fundação Cultural (Funjope), durante oito dias, perfazendo mais de 50 horas de forró. A banda os Três do Xamego fez a abertura do show no palco principal e aqueceu o público com as tradicionais canções “Chililique”, do Trio Nordestino e o “Senhor tá dançando armado”, de Waldonys.

Flávio José subiu ao palco às 22h30 e a Praça Vidal de Negreiros já estava totalmente tomada pelo público, que apesar do espaço apertado, não se intimidou e dançou alegremente.

A manicure Maria das Graças da Silva, se diz fã número um de Flávio José e parabenizou a Prefeitura de João Pessoa pelo evento e por ter trazido o cantor para encerrar os festejos juninos. “Todo o evento foi muito bonito e encerrar a festa com Flávio José é muito lindo. As músicas dele são maravilhosas e dançar forró apertadinho é bem mais gostoso”, afirmou.

“Para mim é uma responsabilidade muito grande estar de frente a um público deste e tocar em casa é uma felicidade imensa”, disse o cantor, que iniciou o show tocando a música “A natureza das coisas”, levando o público ao delírio.  ‘O Rei do Xote’, como também é conhecido, trouxe para o São João de João Pessoa seus principais sucessos, e a letra de suas canções ecoou na voz das pessoas, que não demonstravam cansaço algum. “Espumas ao Vento”, “Sem ferrolho e sem Tramela” “Tareco e Mariola”, “Caboclo Sonhador” e “De mala e cuia”, foram os pontos altos do show.

Ninguém ficou parado. Todos traziam na ponta da língua, as letras das canções de forró de Flávio José, que finalizou sua apresentação homenageando o ‘Rei do Baião’, Luiz Gonzaga, fazendo um pout-pourri com as músicas “Nem se despediu de mim”, “Riacho do Navio”, “Respeita Januário”, “Olha para o Céu” e “Aproveita Gente”.

No palco da cultura popular, as apresentações começaram às 18h, com o show de Coco e Ciranda Tupinambá, da comunidade Alto do Céu, de Mandacaru. Jovens, crianças e idosos deram-se as mãos, fazendo rodas de ciranda e dançando animadas. Em seguida, o Forró Flor de Caruá subiu ao tablado e fez todo mundo arrastar o pé com as clássicas canções de forró “Sala de Reboco”, “Feira de Mangaio” e “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga.

O “São João de João Pessoa – O Melhor da Gente” começou na última sexta-feira (22) e contou com 57 atrações em toda a sua programação, entre elas, Santanna, Nando Cordel, Alceu Valença, Clã Brasil, Genival Lacerda, Antônio Barros e Cecéu, trios de forró pé-de-serra, cultura popular e 26 quadrilhas. Este ano, a festividade homenageou o centenário do “Rei do Baião”, Luiz Gonzaga (1912-1989), e também a cantora pernambucana, radicada na Paraíba, Marinês (1936-2007), conhecida como “A Rainha do Xaxado”.