Floração dos ipês amarelos transforma cenário da Lagoa

Por - em 30

Um verdadeiro tapete amarelo tomou conta do anel interno do Parque Solon de Lucena, no Centro da Capital. O cenário foi trazido pela floração dos ipês amarelos, que desde o dia 22 de dezembro estão colorindo o visual urbano da cidade. A decoração natural que pode ser vista nas 417 árvores está tornando os últimos dias do ano ainda mais especiais, tanto para quem vive como para quem visita João Pessoa.

Apesar de não serem esperados, os primeiros sinais dos ipês amarelos, que deveriam ter sido dados no mês de setembro, estão sendo muito bem vindos. E o cenário proporcionado por eles continua até o início do mês de janeiro, pelo menos é o que prevê o chefe de Divisão de Botânica da Secretaria do Meio Ambiente (Semam), Anderson Fontes. A floração tardia dos ipês amarelos é causada pelas altas temperaturas e duram em média de 15 a 20 dias. Com o passar dos dias, as flores devem cair ainda mais, pontuou.

O amarelo dos ipês pode ser visto tanto no alto das árvores como pelo chão da cidade, já que as flores começaram a cair, dando a impressão que o outono se antecipou. Isso é um espetáculo. A própria natureza se encarregando de caprichar ainda mais no visual de uma cidade que já é linda, como João Pessoa. É uma experiência única e não tem como perder, até porque é uma vez só por ano, considerou a estudante Daniela de Jesus, que ao lado da amiga Maria Meireli tirou a tarde para registrar a floração dos ipês.

Em João Pessoa pela primeira vez, a contadora Amanda Sá estava encantada com o que viu. Natural de Barreiras, na Bahia, e hospedada no bairro do Bessa, a turista diz que já tinha conhecido a beleza da orla e ficou ainda mais impressionada com o visual que encontrou no Centro da Capital. Eu adoro ipês, pra mim foi um verdadeiro presente de boas vindas desta cidade tão bela, completou.

Ainda de acordo com Anderson Fontes, da Semam, os ipês amarelos são um tipo de vegetação típica da Mata Atlântica e os cuidados com os exemplares na área urbana de João Pessoa começaram desde agosto com o trabalho de poda de limpeza e tratamento fitosanitário, que consistiu no combate à pragas urbanas. Todos estes preparativos fazem parte da política pública de arborização da PMJP e visaram garantir que as árvores estivessem saudáveis quando chegasse a época da floração, finalizou.