Forró e zabumbeiros animam 2ª noite do São João da Capital

Por - em 26

Dia dos namorados e muitos casais apaixonados aproveitaram para ir ao Ponto de Cem Réis, na noite deste último sábado (12) para conferir as atrações do segundo dia do “São João de João Pessoa – O melhor da gente”. O xaxado do cantor e compositor paraibano Antônio Barros foi a principal atração da noite, que além de cantar, foi homenageado pela Orquestra de Zabumba do Projeto Tamborete. Eles abriram o show com um forró pé de serra que agradou pessoenses e turistas que estavam no local.

Aos primeiros toques da zabumba, ainda na passagem de som, com a música “Procurando tu”, o público já aproveitou pra dançar agarradinho. Mas o Projeto Tamborete iniciou sua apresentação mesmo com a música “Óia eu aqui de novo”, primeira das músicas de Antônio Barros a ser apresentada na noite. “Somos a primeira orquestra de zabumbeiros do Brasil, uma ideia paraibana, e esta noite, em clima de reverência, estamos prestando uma homenagem ao grande Antônio Barros e seus 80 anos de vida e história dentro do forró”, disse o idealizador do projeto Ely Porto.

Segundo ele, a ideia da homenagem surgiu no ano passado, ao saber que este ano, o compositor estaria completando seus 80 anos. “Eu e o cantor do Projeto Tamborete, Diego Chacal, já estivemos por dois anos na banda de Antônio e prestar esta homenagem é uma felicidade muito grande, para que não só a gente, mas todos que assistiram a apresentação, também vivenciem e escutem as músicas dele que já foram sucesso na voz de tanta gente conhecida, como Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro, por exemplo,”, afirmou Ely.

“Pedimos ao Chico Cesár para fazer esta homenagem e ele aceitou de imediato. No dia 11 de março estivemos neste mesmo Ponto de Cem Réis, prestando uma homenagem a ele, no dia de seu aniversário, e cantar agora nos festejos de São João, completa nossa homenagem”, afirmou. A festa é uma realização da Prefeitura de João Pessoa, por meio da sua fundação Cultural (Funjope).

Antônio Barros e Céceu subiram ao palco logo após a apresentação do projeto Tamborete e mostraram a razão para a homenagem com um xaxado contagiante que colocou todos os presentes para dançar. “Agradeço a homenagem e é um grande prazer estar aqui no São João de João Pessoa. Mas eu não to aqui para conversar não, to aqui é para cantar”, disse Antônio Barros, que além da companhia de sua esposa Cecéu, também contou com a participação de sua filha Mayra Barros durante o show.

A dupla tem mais de 700 composições gravadas e o que não faltou foi sucesso para animar a noite. Músicas como “Bulir com tu”, “Xenhenhem”, “Homem com H” e “É proibido cochilar”, completaram a noite de um São João típico e que resgata a cultura do homem nordestino e paraibano. “No Nordeste, o maior São João totalmente típico é o de João Pessoa, é o da gente”, finalizou Céceu.