Fórum discute o direito do trabalhador à saúde em JP

Por - em 38

O II Fórum de Saúde do Trabalhador Macrorregião I, promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) por meio do Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), chega ao final na tarde desta quinta-feira (30), depois de dois dias de palestras, debates e grupos de discussão formados por pessoas ligadas a sindicatos, entidades das esferas estadual e federal e representantes dos 64 municípios assistidos pelo Cerest.

O objetivo é criar um documento que será encaminhado ao Ministério da Saúde (MS), contendo indicadores de deficiências, prioridades e possíveis soluções para garantir o direito universal à saúde de todos os trabalhadores da Paraíba.

Durante toda a manhã, os participantes se reuniram em grupos para discutir a saúde do trabalhador nos municípios da Macrorregião I, entre eles Bayeux, Santa Rita, Conde, Lucena, Alhandra, Guarabira e Pedras de Fogo. Ao final, apresentaram toda a problemática de cada localidade e apontaram formas de prevenção, assistência e a vigilância aos agravos à saúde relacionados ao trabalho.

O Cerest teve o papel de mediador, dando suporte técnico especializado para que esses indicadores possam chegar até o MS de forma clara e articulada e o órgão federal possa executar as demandas, através do Sistema Único de Saúde (SUS).

A diretora do Cerest, Carmem Almeida, revelou que o Centro integra a Rede Nacional de Atenção à Saúde do Trabalhador do Sistema Único de Saúde (SUS) e dará suporte técnico às equipes de saúde da família, para que estendam o olhar ao usuário como trabalhador. Entre as principais atribuições do Centro estão a definição de políticas de saúde para o trabalhador, a promoção do acolhimento e encaminhamentos necessários na rede do SUS, além da difusão de informações de interesse para saúde do trabalhador.

Programação – No período da tarde desta quinta foi apresentado o Projeto Vidas Paralelas, através da Rede Escola Continental. O II Fórum, que teve início na quarta-feira (29), foi marcado pela palestra do coordenador da área técnica da Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, Carlos Augusto Vaz, que falou sobre a Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do trabalhador. No mesmo dia também foi apresentado um painel sobre ações em saúde do trabalhador na Macrorregião I, com panorama atual e perspectivas.