Frejat encerra com muito rock programação do ‘Estação do Som’ neste sábado

Por - em 104

O roqueiro Frejat é a principal atração da última noite da ‘Estação do Som’, que ocorre neste sábado (28), a partir das 21h, no Busto de Tamandaré, em João Pessoa. Após um mês de apresentações de artistas como Luiz Melodia, Monobloco, Lenine, Jorge Aragão, Marcelo Camelo, Lulu Santos e Ivan Lins, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), fecha sua programação cultural de verão, também com show do grupo Zé Viola, que faz o show de abertura deste sábado com seu rock progressivo regional.

Com 30 anos de carreira, o cantor e compositor, Frejat vai mostrar ao público pessoense os maiores sucessos de sua carreira como solista. Ele começou bem cedo, aos 19 anos, no grupo Barão Vermelho, após ser influenciado na juventude por artistas como Beatles, Led Zepellin, Noel Rosa, Chico Buarque e Mutantes.

Ainda na adolescência aprendeu a tocar guitarra e entrou no Barão Vermelho para preencher uma vaga de guitarrista. Com a saída de Cazuza da banda, em 1985, ele assumiu os vocais. O grupo gravou, ao todo, 12 álbuns, tendo colecionado prêmios como o Sharp e o Vídeo Music Brasil, da MTV.

Em 2001, ele lançou o primeiro disco, ‘Amor pra recomeçar’, com destaque para a faixa-título e para as músicas ‘Homem não chora’ e ‘Segredos’. O segundo disco, lançado em 2003, foi ‘Sobre nós dois e os resto do mundo’, com as músicas ‘Eu preciso te tirar do sério’, ‘50 receitas’ e ‘Túnel do tempo’. Cinco anos mais tarde foi lançado o disco ‘Intimidade entre estranhos’, com as faixas ‘Eu não quero brigar mais não’, ‘Dois lados’ e ‘Nada além’.

Frejat também tem uma lista extensa de parcerias autorais, a exemplo de Cazuza, Arnaldo Antunes, Marisa Monte, Lenine e Erasmo Carlos. Em sua carreira, foi indicado ao Grammy Latino três vezes, sendo duas em carreira solo em 2003 e uma, em 2001, com o Barão Vermelho.

Regional – A mistura da linguagem regional ao rock progressivo, com influências da década de 70, é a proposta da banda Zé Viola, que abre o show de Frejat, na ‘Estação do Som’. O grupo é formado por André Nóbrega (vocal e guitarra), Reinaldo Fernandes (guitarra), Rodrigo Torres (baixo) e Vado Silva (bateria).

Segundo o vocalista, a expectativa para o show é grande e o público poderá assistir números em versão rock de sucessos de Luiz Gonzaga e Geraldo Vandré. O restante do repertório é de autoria do próprio grupo formado em 2007. A banda gravou ‘Devaneios e espinhos’, em 2007, e o disco ‘A diferença entre o igual e o diferente’, em 2011.