Frota de ônibus da Capital tem idade média de 3,5 anos

Por - em 56

Com a entrega de mais 33 ônibus adaptados nesta terça-feira (19), sendo três do tipo articulado, durante o lançamento da Campanha “Faixa de Pedestre: A Gente Respeita e a Cidade anda Melhor”, a frota de João Pessoa passa a ter dois anos de diferença em relação à média da idade da frota de pelo menos 18 capitais brasileiras e o Distrito Federal. A média nacional é de 5,5 anos, enquanto que a da Capital paraibana, que já tinha a frota mais nova, passa agora a ser de 3,5 anos.

“O pessoense é quem sai ganhando, já que os novos ônibus agridem menos ao meio ambiente e dispõem de recursos que facilitam o transporte, incluindo de pessoas com necessidades especiais”, afirmou a superintendente de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans), Laura Farias.

Em menos de um mês, a cidade recebeu 49 novos ônibus. No dia 22 de dezembro foram entregues 16 veículos adaptados. A renovação da frota de João Pessoa faz parte de um programa de melhoria contínua do sistema de transporte urbano. “Um Termo de Compromisso foi firmado pelas empresas de transporte junto à STTrans e previa a entrega de 70 novos ônibus em 2010 e já no início do ano, chegamos a quase metade do acordo”, ressaltou a superintendente.

A entrega ocorrerá durante a solenidade de lançamento da Campanha da Faixa, que tem como foco o respeito mútuo entre motoristas e pedestres, a fim de evitar acidentes. As equipes da Educação para o Trânsito estarão nas principais ruas e avenidas da cidade orientando as pessoas para a utilização e respeito à faixa de pedestre. O lançamento será nesta terça-feira, às 8 horas, na Estação Ciência.

Mais benefícios – João Pessoa contará a partir desta terça-feira com 91 ônibus equipados com ferramentas que garantem acessibilidade aos usuários. Os novos veículos são adaptados com elevadores, para permitir o fácil acesso a cadeirantes. Além disso, as portas são mais largas (mede um metro e 10 centímetros, enquanto que os ônibus convencionais têm apenas 90 centímetros), cadeiras diferenciadas, mais largas, destinadas a mulheres grávidas e pessoas obesas, corrimãos especiais para deficientes visuais, sinal de parada com escrita em Braile e um dispositivo que só possibilita a partida após as portas estarem completamente fechadas. Os veículos são zero quilômetro, possuem novo design e motorização eletrônica que causa menos poluição ao meio ambiente.

Idade da frota– A STTrans realizou um levantamento com base nas informações coletadas junto aos sites das prefeituras das demais capitais brasileiras. Segundo o estudo, as frotas mais novas foram encontradas em João Pessoa (3,5 anos), Belo Horizonte (4,2 anos), São Paulo (4,3 anos), Vitória (4,5 anos), Recife (4,5 anos) e Campo Grande (4,5 anos). As mais velhas estão em Boa Vista (12 anos), Aracaju (10 anos), Natal (7,5 anos) e São Luiz (7,5 anos). Não foram encontrados dados das seguintes capitais: Maceió, Teresina, Rio Branco, Macapá, Manaus, Goiânia, Porto Velho e Palmas.

A frota atual de João Pessoa é de 520 veículos, realizando aproximadamente 5,5 mil viagens por dia. As empresas responsáveis pelo transporte público coletivo na cidade são Reunidas, Transnacional, Boa Viagem, São Jorge, Mandacaruense e Marcos da Silva.