Fundação SOS Mata Atlântica encerra atividades neste domingo

Por - em 62

A Fundação SOS Mata Atlântica, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente (Semam), encerra neste domingo (26) o projeto “A Mata Atlântica é Aqui – Exposição Itinerante do Cidadão Atuante”. Dois caminhões adaptados estão no Parque Arruda Câmara (Bica) desde o último dia 14, promovendo atividades de educação ambiental e a exposição “Nosso verde também depende do azul”, com um panorama sobre a zona costeira e os ecossistemas marinhos.

Durante os primeiros dez dias da exposição, aproximadamente 20 escolas agendaram visitas monitoradas. Foram mais de oito mil estudantes, que participaram de diversas ações de educação ambiental, como oficinas, debates, palestras, exibição de vídeos, entre outros.

Até este domingo, o público ainda terá tempo de conferir o novo cenário interativo nos caminhões da Fundação e aprender mais sobre a Mata Atlântica por meio de novidades como jogos, iPads, equipamentos audiovisuais e uma mesa vertical de touch-screen. Um dos caminhões conta ainda com um espaço fechado, com cadeiras, projetor e sistema de sonorização, para a realização de palestras e oficinas.

O patrocínio do projeto “A Mata Atlântica é Aqui – Exposição Itinerante do Cidadão Atuante” é da Bradesco Cartões, Natura e Volkswagen Caminhões & Ônibus. A mostra tem apoio local da Semam, Associação Guajiru, Associação Paraibana dos Amigos da Natureza (Apan), Escola Viva Olho do Tempo (Evot), ONG Ação Animal e Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Plano – De acordo com o levantamento do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, divulgado em maio de 2011 pela SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), João Pessoa possui cerca de 7% de Mata Atlântica original em bom estado de conservação. Na Paraíba, são 54 os municípios com incidência do bioma. Somando os remanescentes dessas cidades, o Estado conta com 11% de Mata Atlântica original.

Apesar do baixo número de remanescentes, João Pessoa tem buscado reverter o quadro e, em novembro de 2010, tornou-se a primeira cidade brasileira a ter um Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica, lançado durante a primeira visita do projeto itinerante da SOS Mata Atlântica à cidade. Com o plano, foram priorizadas 20 áreas verdes para conservação ambiental, além dos parques urbanos já existentes.

SOS Mata Atlântica – Criada em 1986, a Fundação SOS Mata Atlântica é uma organização privada, sem fins lucrativos, que tem como missão promover a conservação da diversidade biológica e cultural do bioma Mata Atlântica e de ecossistemas sob sua influência. Assim, estimula ações para o desenvolvimento sustentável, promove a educação e o conhecimento sobre a Mata Atlântica, mobiliza, capacita e incentiva o exercício da cidadania socioambiental.

A Fundação desenvolve projetos de conservação ambiental, produção de dados, mapeamento e monitoramento da cobertura florestal do bioma, campanhas, estratégias de ação na área de políticas públicas, programas de educação ambiental e restauração florestal, voluntariado, desenvolvimento sustentável, proteção e manejo de ecossistemas. Outras informações podem ser obtidas no site www.sosma.org.br.

Programação:

Sábado (25)

10h às 17h – Exposição Nosso Verde Também Depende do Azul

10h – Oficina “Filtro biológico”, em parceria com a Semam – Cepam

Facilitador: Luis Lima

11h – Oficina “Curiosidades sobre o teju”, em parceria com a Semam

14h – Curta metragem ambiental, em parceria com a ONG Ação Animal

15h – Oficina “Origami”, em parceria com a ONG Ação Animal

16h – Jogos educativos Caminho das Águas e Jogo da Memória

Domingo (26)

10h às 16h – Exposição Nosso Verde Também Depende do Azul

10h – Ecocine, em parceria com a Semam

11h – Oficina “Construindo pegadas”, em parceria com a Semam

14h – Curta metragem ambiental, em parceria com a ONG Ação Animal

15h – Oficina “Origami”, em parceria com a ONG Ação Animal

16h – Encerramento das atividades