Funjope apóia lançamento de CD de Vó Mera na UFPB

Por - em 31

A coquista e cirandeira Vó Mera será homenageada nesta quinta-feira (3), às 16h30, no hall da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com o lançamento do seu primeiro CD e que também inaugura o projeto ‘Raízes da Alma’, iniciativa de vários setores da instituição de ensino superior em favor da cultura popular e que conta com o apoio da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope). À noite, a partir das 20h, ‘Vó Mera e seus Netinhos’ se apresentam no pátio da Igreja São Pedro Gonçalves, no Centro Histórico de João Pessoa.

O CD ‘Vó Mera e seus Netinhos’ tem 28 faixas, sendo 20 cocos-de-roda e sete cirandas, mais uma faixa-bônus em que as cirandas estão agrupadas sem interrupções para proporcionar ao público a chance da diversão de uma roda dessa dança. O disco foi gravado no estúdio do Departamento de Comunicação e Turismo da UFPB, com produção de Adeildo Vieira e Carmélio Reynaldo.

Com o projeto ‘Raízes da Alma’, a UFPB pretende homenagear mestres que constroem e preservam a base que nutre e sustenta o espírito da cultura paraibana. Para tanto, lança mão de recursos humanos e materiais disponíveis na instituição e o apoio de órgãos como a Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (Prac), a Editora Universitária e o Pólo Multimídia, a exemplo deste CD de Vó Mera. O esforço resulta em registros fonográficos com boa qualidade técnica e baixo custo de produção.

Parceria – O disco, objeto de um termo de cessão mútua a ser assinado por ocasião do lançamento pela artista e o reitor Rômulo Polari, será disponibilizado para ambas as partes: a Universidade libera os fonogramas e o projeto gráfico do CD para a artista que, por sua vez, cede à instituição as obras gravadas. Assim, além de ganhar a metade da tiragem do disco, a artista fica autorizada a reproduzi-lo livremente, desde que respeitando o projeto original, o que lhe dá a possibilidade de usufruir da sua obra como geradora de renda – fato raro entre artistas populares.

Vó Mera é natural do município de Alagoinha-PB. Filha de agricultores, começou a trabalhar muito cedo na agricultura. Precisava ajudar a mãe a sustentar a casa e sua inclinação pelas várias manifestações da cultura popular se deu ainda na infância. Ela esperava ansiosa pela chegada das festas juninas, para acompanhar com o ganzá na mão e a voz afinada uma tia sua que cantava coco-de-roda e ciranda nos eventos da fazenda onde trabalhavam.

O grupo de ciranda e coco-de-roda ‘Vó Mera e seus Netinhos’, assim batizado por José Emilson Ribeiro, chefe da Divisão de Cultura Popular da Funjope, foi fundado em 2003 pelos componentes Vó Mera (voz principal), Fernando Dylan (pandeiro e bumbo) e Jéferson Pereira (surdo). Posteriormente, Josenaldo Júnior (afoxé) e Clara Regina (ganzá) se integraram ao grupo. Antes da composição atual, Vó Mera era acompanhada apenas pelo pandeiro de seu neto Fernando Dylan. Outras informações pelo telefone (83) 3216 7822.