Funjope divulga selecionados no edital do Fundo de Cultura 2010

Por - em 25

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) divulgou a relação dos selecionados no edital do Fundo de Cultura Municipal (FMC) de 2010. Ao todo, 77 projetos foram contemplados, o que corresponde a um incentivo financeiro na ordem de R$ 1,2 milhão. Os aprovados foram organizados em nove categorias, que contemplam mais de 20 segmentos.

A música foi a área que teve mais projetos aprovados. Ao todo, foram acolhidas 17 propostas. Para elas, o FMC vai disponibilizar R$ 242 mil em incentivo financeiros. Boa parte irá viabilizar tanto a gravação de álbuns de grupos e artistas, como a realização de eventos de fomento. Enquanto isso, a cultura popular contabilizou 16 aprovações, equivalente a um recurso que chegou a R$ 190.444,44.

Na área de artes cênicas, por exemplo, que inclui teatro e circo, 12 projetos foram agraciados, totalizando R$ 276 mil. O edital FMC 2010 também favoreceu a dança, com um total de nove propostas aprovadas e financiamento na ordem de R$ 103.437,60.

A seleção resultou ainda na escolha de oito propostas da área de artes visuais, totalizando R$ 95.920,50. Nesse setor, o edital abriu possibilidade para vários segmentos como pintura, escultura, fotografia, artes gráficas, cerâmica, grafite, desenho, vídeo arte, instalação, além de objeto e web arte.

Em audiovisual, foram seis propostas acolhidas pelo FMC, somando R$ 196.814,90. Enquanto isso, cinco projetos de literatura somaram R$ 46 mil. Houve ainda a área intitulada multiárea, envolvendo vários segmentos como acervo e patrimônio histórico, que atendeu a três solicitações, financiando R$ 38.868. Já em biblioteca, um projeto no valor de R$ 10.514,56 foi contemplado.

A lista dos selecionado do edital FMC 2010 pode ser acessada no portal da PMJP: www.joaopessoa.pb.gov.br/licitacoes/funjope/2011/selecionados_FMC_2010.pdf.

FMC – O Fundo Municipal de Cultura (FMC) foi instituído em de dezembro de 2001, por meio da Lei nº 9560, com regulamentação do Decreto nº 4469/2001. A partir daí, passou a existir de fato na Capital um fundo de incentivo financeiro e não mais um mecenato.

Conduzido pela Funjope, o FMC já patrocinou 175 projetos só nos editais públicos de 2006, 2008 e 2009, somando 11 áreas culturais básicas, divididas em vários subsetores. O investimento nesse período contabilizou R$ 2,4 milhões.