Funjope inscreve para oficinas do Cine Volante, até dia 30 deste mês

Por - em 13

Já estão abertas as inscrições para a ‘Oficina de Roteiro’, ministrada pelo cineasta paraibano Torquato Joel, que acontecerá de 5 a 9 de maio, das 14h às 16h, na Unidade Cultural Casarão 34, localizada na Praça Dom Adauto, n° 34. Esta atividade integra a programação das ‘Oficinas Cine Volante de Realização Audiovisual’, um projeto da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por intermédio de sua Fundação Cultural (Funjope).

Os interessados podem se inscrever gratuitamente no Casarão 34, até o dia 30 deste mês, sendo disponibilizadas 20 vagas e preenchidas por ordem de chegada. A oficina é básica e, portanto, não há a necessidade de experiências cinematográficas anteriores por parte dos participantes, bastando apenas que levem idéias a serem desenvolvidas em forma de roteiros durante as aulas. A exigência mínima é que o participante tenha mais de 16 anos.

O ministrante – O cineasta Torquato Joel é natural da cidade de Sousa, no interior do Estado, com formação em Comunicação Social e habilitado em Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Participou do Ateliê de Cinema Direto do Núcleo de Documentário da UFPB (Nudoc) daquela instituição e, nos anos de 1982 e 1986, realizou estágios de aperfeiçoamento em cinema direto no ‘Atelier de Réalisation Cinématographique – Varennes (Paris, França).

Nesse período de formação realizou dois filmes em formato ‘superoito’. Em 1986, passou a trabalhar com 16 milímetros e em 1992, frente à crise da produção cinematográfica, experimentou o suporte vídeo, realizando ‘A alma da pedra’, premiado na Jornada Internacional de Cinema da Bahia.

Torquato Joel trabalhou como roteirista, assistente de direção e montador em variadas produções cinematográficas realizadas no Estado, e no ano 2000 foi convidado a fazer um vídeo para a ‘Mostra 50 Anos de TV’, quando participou com ‘Cochichola existe, é aqui!’

O cineasta realizou ainda o vídeo documentário ‘A margem da luz’, que arrebatou um total de 14 prêmios em festivais, incluindo melhor vídeo nordestino do Banco do Nordeste; ‘Passadouro’, um documentário em 35 milímetros lançado em 1999, que ganhou 19 prêmios em festivais, entre eles melhor filme, direção e fotografia nos festivais de Brasília e Gramado; ‘Transubstancial’, um filme experimental em 35mm, que conquistou 15 prêmios, incluindo melhor filme da crítica no Festival de Brasília. O mais novo filme de Joel é o curta metragem experimental ‘Gravidade’, que tem seis minutos de duração, concluído recentemente.

Mais informações na Divisão de Audiovisual da Funjope, localizada na Praça Antenor Navarro, 06, no Centro Histórico da Capital, pelo telefone 3218-9707, na Unidade Cultural Casarão 34, localizada na Praça Dom Adauto, 34, telefone 3218-9708 ou ainda pelo endereço eletrônico divisaodeaudiovisual@yahoo.com.br.