Funjope leva ‘Cinema à moda da casa’ a servidor lotado no CAM

Por - em 41

Os servidores lotados no Centro Administrativo Municipal (CAM) irão ganhar uma nova opção de entretenimento educativo, a partir de sexta-feira (30), às 13h, no Auditório do CAM. Trata-se do Projeto ‘Cinema à moda da casa’, que vai exibir os curtas-metragens paraibanos ‘Instrumento detector de alguma coisa’, de Otto Cabral, e ‘A sintomática narrativa de Constantino’, de Carlos Dowling.

O projeto experimental, que vai acontecer sempre na última sexta-feira de cada mês, com a exibição de dois vídeos em curta-metragem, é promovido pela Divisão de Audiovisual da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

Sinopses – O vídeo ‘Instrumento detector de alguma coisa’, lançado em 2007, tem duração de 8 minutos e retrata a visão de um personagem da cidade de Patos (PB), revelando que o tal instrumento já está disseminado no mundo todo.

Já o filme ‘A sintomática narrativa de Constantino’, rodado em 35 milímetros, foi lançado no ano 2000 e tem 23 minutos de duração. O curta revela quando Constantino, depois de despedido do emprego de apregoador da bolsa de valores, firma residência num supermercado, pretendendo “consumir sem ser consumido”.

A Divisão de Audiovisual da Funjope funciona na Unidade Cultural Casarão 34, sob coordenação da cineasta Ana Bárbara Ramos, e desenvolve projetos como o ‘Cine Volante’, ‘Alvo Visual’ e ‘Sodóc’, além de parceria com festivais nacionais e internacionais, a exemplo do ‘Dia Mundial da Animação’, ‘Cine Port’ e ‘Festival do Júri Popular’, este último a ocorrer nos dias 3, 4 e 5 de fevereiro, no Casarão 34, com entrada gratuita.

Mais informações pelo telefone 3218-9708, em horário comercial, ou pelo endereço eletrônico divisaodeaudiovisual@yahoo.com.br, como também no portal da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), www.joaopessoa.pb.gov.br.