Funjope oferece 25 vagas para curso sobre produção cinematográfica

Por - em 37

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) está com as inscrições abertas para o curso ‘Produção Executiva em Cinema’, ministrado por Isabela Cribari, produtora, realizadora e diretora de cultura da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). São oferecidas 25 vagas gratuitamente e os interessados devem solicitar o programa e a ficha de inscrição através do e-mail divisaodeaudiovisual@yahoo.com.br, até o dia 31 de agosto.

A oficina vai ser realizada em parceria com o Ponto de Cultura Urbe Audiovisual da ABD-PB entre os dias 6 e 8 de setembro, na unidade cultural Casarão 34, localiza na Praça Dom Adauto, no centro da Capital. A carga horária será de 32 horas/aula, distribuídas em três jornadas de oito horas e uma jornada para consultoria de projetos com a ministrante. O horário nos três dias será das 8h30 às 12h30 e das 14h30 às 18h30.

A seleção dos participantes acontece entre os dias primeiro e 2 de agosto, sendo feita através de carta de intenção e análise de currículo, devendo o candidato responder ainda a perguntas tipo: por que deseja participar do curso, o que entende por produção cinematográfica, qual a ocupação ou profissão atual e o que espera do curso. A divulgação do resultado será no dia 3 de setembro.

O objetivo do curso é capacitar os videastas, cineastas, produtores e interessados em audiovisual sobre os passos indispensáveis a serem dados para a realização de um filme, que vai desde a captação de recursos até às filmagens. Entre as etapas, destaque para os módulos “firmando parcerias”, “aspectos legais da produção”, “controle e acompanhamento financeiro” – sem dúvida, entre os grandes entraves para as produções audiovisuais, especialmente as independentes.

Isabela Cribari é produtora executiva e diretora em várias produções audiovisuais, a exemplo de filmes, videoclipes e séries de documentários para televisão com forte conteúdo educacional que enfocam, principalmente, temas culturais. Entre 2001 e 2003 ministrou cursos regulares na Escola de Realização Audiovisual do Instituto Dragão do Mar (CE) sobre Produção em Cinema e Televisão, tendo atuado também como consultora permanente da instituição.

Desde o início de 2003 é Diretora de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco, que tem forte atuação no setor audiovisual, na produção, exibição, reflexão, fomento e arte-educação. Com cerca de 100 funcionários em sua diretoria, dirige uma editora de livros, uma produtora audiovisual, três galerias de arte contemporânea, uma sala de videoarte e um cinema.