Funjope reúne autores e estudantes para debate sobre ‘Novos Escritos’

Por - em 51

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) realiza na próxima quinta-feira (24), às 17h, um debate aberto ao público com a presença dos autores da ‘Coleção Novos Escritos’, publicada recentemente pelo órgão municipal de cultura. A discussão vai acontecer no Auditório do Centro Cultural São Francisco, numa parceria com a Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), contando ainda com a participação de educadores e alunos dos projetos Ciranda Curricular e Escola Aberta, ambos desenvolvidos na rede de ensino do Município pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

A coleção é resultado do ‘Edital de Publicação Novos Escritos’, que reúne obras inéditas de autores paraibanos. É composta por ‘Beco de morar no medo’, de Ailton Ramalho da Silva; ‘Delírios’, de Alexsander Carvalho; ‘Teatro para crianças e jovens: ler e/ou encenar’, de Celly de Freitas; ‘Palimpsesto’,de David Barbosa Filho; ‘Um Cristo cuspido no espelho do século’, Íkaro Max; ‘Irineu: o terror de Mangabeira’, de José Pedro de Lima; ‘Mergulho’, de Lúcia Wanderley; ‘Poemas a vapor’, de Renálide Carvalho; ‘Pirilampos cegos’, de Roberto Menezes e ‘S.O.S. Terra: o grito da mãe natureza’, de Zanony Yberville.

Próximos projetos – Já está sendo programado o evento ‘Agosto das Letras – Festival Pessoense de Literatura’, um encontro literário da realizado pela Funjope no mês de agosto, que em sua segunda edição homenageará o poeta Augusto dos Anjos.

Sobre o ‘Agosto das Letras’, o diretor-executivo da Funjope, Lau Siqueira, revela a expectativa do órgão municipal. “Durante o Festival, queremos estimular a participação de escritores da cidade para a divulgação da produção local e trazer escritores e profissionais de outras cidades a fim de fortalecer o intercâmbio entre escritores pessoenses e de demais cidades brasileiras”, previu.