Gabriel, o Pensador e Sacal agitam Tambaú neste sábado

Por - em 30

A música eletrônica e o rap irão tomar conta das areias da praia de Tambaú neste sábado (08), a partir das 21h, dentro da programação do projeto Estação Nordeste 2011. Em sua sexta edição, o evento trará para João Pessoa o rapper carioca Gabriel, o Pensador, e o DJ paraibano Sacal, sucesso em pistas de dança de todo o país. O Estação Nordeste é promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por intermédio da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

Essa não será a primeira vez que Gabriel, o Pensador, participa da programação do projeto Estação Nordeste. Em 2009, ele abriu a temporada de shows do evento, levando ao público do evento suas letras de protesto e poesias bem humoradas. O cantor traz boas recordações dessa experiência. Para ele, o evento é “super bacana e é um prestígio fazer parte da programação”.

No repertório do show deste sábado (08), no Busto de Tamandaré, em Tambaú, o cantor irá passear pelas canções de seu sétimo disco, ‘Cavaleiro Andante’, lançado em 2005. Dentre elas, ‘Palavras Repetidas’, música que recria ‘Pais e filhos’, sucesso do grupo Legião Urbana, e ‘Rap do Feio’, que tem como tempero sonoro o clássico ‘Que Beleza’, do Tim Maia.

Ele acredita que “o CD tem tudo que seu público espera: balanço, ritmo, humor cáustico, metáforas brilhantes, sensualidade, métricas desconcertantes e uma aguda percepção da realidade, a serviço do amor, sem o qual toda palavra nada vale”. Outros sucessos do rapper, como ‘2345meia78’, ‘Cachimbo da Paz’ e ‘Lavagem Cerebral’, não vão ficar de fora do show na Capital paraibana.

No momento, o cantor trabalha no novo CD, que deve ser lançado em 2011. “O disco já está pronto. Já de destaque tem a música ‘Nunca Serão’, baseada no capitão Nascimento do filme Tropa de Elite”, revela. O vídeo da música já está disponível no Youtube.

A outra atração da noite é o DJ paraibano Fábio Lima, mais conhecido como Sacal. A carreira deste pessoense de nascimento teve inicio como Dj de Drum’n’bass em 1999, onde adquiriu conhecimento e experiência, trabalhando em algumas casas noturnas da cidade. Hoje, ele ocupa lugar de destaque no cenário nacional/internacional, recebendo convites para parcerias em discos de grandes nomes da cena Hip-Hop e do Dancehall/Ragga.

A Jamaica serve de inspiração para o DJ paraibano, que sempre foi atraído pela cultura e vertentes musicais daquele país. A partir de pesquisas e estudos sobre a cultura jamaicana, ele inicia sua carreira solo com um estilo único até hoje em João Pessoa: o Dancehall. Juntou ao estilo jamaicano uma forte influência da sua língua nativa e da cultura paraibana e nordestina, recheada de jargões típicos e forte sotaque nordestino, tornando-se assim sua marca registrada em cena.

Em 2008, Sacal lançou seu primeiro CD intitulado “Gangsta Jegue”, contendo 20 faixas. O CD é totalmente independente, disponibilizado na internet para download gratuito e sem fins lucrativos.