Galpão II do Mercado Central deve ser concluído em abril

Por - em 36

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) dá sequência à política urbana de restauração dos Mercados Públicos da Capital na reta final da obras de recuperação do Galpão II do Mercado Central, no qual serão comercializados produtos como laticínio, frango e peixe. De acordo com a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), a previsão é que após a conclusão da obra, prevista para o mês de abril, seja iniciada a restauração do Galpão III. As intervenções fazem parte das obras da terceira etapa de reconstrução do Mercado Central.

Segundo informações do engenheiro fiscal, Henrique Lott, após a conclusão do serviço a obra deverá ser repassada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), a quem cabe relocar os comerciantes do Galpão III para o II. Após a desocupação, a Seinfra dará início à recuperação do Galpão III. Atualmente os serviços estão concentrados na instalação dos quadros elétricos e colocação de cerâmica, granito, acessórios e portas dos boxes.

Os galpões II e III vão abrigar 120 boxes para a comercialização de frangos, laticínios, peixe e carnes vermelhas. No momento, esses comerciantes estão acomodados no Galpão III e a distribuição definitiva dos boxes ocorrerá após a conclusão das obras.

Nesta terceira etapa do projeto estão previstas ainda a construção de um posto policial, um centro de inclusão digital e a urbanização do mercado, além de uma área para carga e descarga. Os investimentos somam cerca de R$ 3 milhões.

Restauração – O Governo Municipal iniciou a restauração do Mercado Central em 2006 e vem resgatando toda a infraestrutura para dar melhor funcionalidade ao local. Nas etapas anteriores foram restaurados dois pavilhões para comercialização de frutas e verduras, reformados os galpões I e V, onde estão instalados a Administração e o comercio de cereais, além da construção da Praça da Alimentação e mais oito lanchonetes no Galpão I.

São R$ 11 milhões de investimento e cerca de 1.200 comerciantes beneficiados. Comerciantes e usuários ganharam com higiene, organização, segurança, ventilação e acessibilidade. A última etapa vai contemplar a recuperação do prédio do antigo “Sacolão”.

Recuperação dos mercados:

 Mercado do Peixe (Tambaú) (executado)
 Mercado do Bessa (executado)
 Mercado do Valentina (restaurado)
 Mercado Central (em execução)
 Cruz das Armas (em execução)
 Mercado da Torre (a executar)
 Mercado de Oitizeiro (licitação)
 Mercado do Castelo Branco (licitação)
 Mercado Comunitário (Mangab./Cid.Verde) (licitação)
 Mercado Comunitário no Costa e Silva (licitação)