Gervásio Maia terá seminário para elaborar plano de ação

Por - em 47

Diversas secretarias e órgãos da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) participarão, nesta sexta-feira (29), do ‘I Seminário da Ação Integrada do Gervásio Maia e Vale do Gramame’. A proposta é construir um Plano de Ação para ser executado no Condomínio Residencial Gervásio Maia e adjacências. O evento acontecerá das 9h às 16h, na sede do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), situado na própria comunidade. 

“O seminário faz parte de um processo que pretende avançar nas ações que estão sendo feitas naquela região, bem como, fortalecer a ação intersetorial, através da construção de um Plano de Ação. Isso vai possibilitar uma atuação qualificada da Prefeitura para o desenvolvimento local”, ressaltou a Secretária de Políticas para as Mulheres, Douraci Vieira. 

Na programação do evento consta o debate sobre “A intersetorialidade para uma ação de desenvolvimento local sustentável” e trabalho em grupos temáticos que servirá de base para a construção do Plano de Ação Integrado. Os grupos serão divididos nos seguintes temas: Meio Ambiente, Infraestrutura, Assistência Social, Democracia e participação Política, Cultura, Saúde, Educação e Geração de Renda. Os participantes serão distribuídos nos grupos de acordo com sua área de atuação.

“A ideia é pegar o que estar sendo feito na comunidade pelas secretarias, retomar o Plano de Ação construído em 2007 e, a partir dos grupos de trabalho, construir propostas concretas para um Planejamento Integrado, que será executado no Gervásio Maia e nas comunidades adjacentes”, acrescentou Douraci Vieira.

Participarão do Seminário representantes da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres, das secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Meio Ambiente (Semam), Transparência Pública (Setransp), Educação e Cultura (Sedec), Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), Saúde (SMS), Turismo (Setur), Juventude, Esporte e Recreação (Sejer), Planejamento (Seplan), além da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Empresa Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e o Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra.