Graça, talento e habilidade no Festival de Ginástica Rítmica

Por - em 40

Graça, talento e habilidade entusiasmaram o público presente à abertura do 3º Festival e Competição Municipal de Ginástica Rítmica, na tarde da quarta-feira (19), no ginásio do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria. O evento promovido pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) continua nesta quinta-feira (20), a partir das 14h, no mesmo local. Ao todo serão 15 escolas participantes nas modalidades individuais e coletivas.

São mais de 200 ginastas que estão participando nas manipulações de bola, corda, fita, mãos livres e arco. O primeiro dia foi dedicado ao Festival, sem caráter competitivo, com o objetivo de mostrar o resultado das escolinhas de ginástica rítmica nas escolas municipais. “Esta é uma modalidade esportiva que exige bastante dedicação, já que é de difícil aprendizado. No festival queremos mesmo que as iniciantes se sintam contempladas com a beleza do aprendizado. É um momento de confraternização entre a comunidade escolar”, observa Valmira Alencar, coordenadora de Esportes da Sedec.

A professora Inês Caminha, coordenadora da Direção de Gestão Escolar (DGC), realizou a abertura oficial do evento e na oportunidade anunciou o início da Escola Municipal de Artes, que acontecerá em abril de 2009. “Esse festival é também o momento para observarmos os talentos da dança que estão na rede municipal de ensino e que futuramente estarão integrando esse novo ambiente dedicado à arte e cultura”, alertou.

Competições – O segundo dia do evento será de competições destinadas às ginastas com mais habilidade desenvolvida durante o processo de treinos. Participarão das competições nas modalidades coletivas e individuais as alunas das escolas municipais João Medeiros, João Monteiro da Franca, Dom Marcelo Carvalheira, Dom Hélder Câmara, Moema Tinoco Cunha Lima, Leonel Brizola, Fenelon Câmara, João de Deus, Carlos Neves, José Américo de Almeida, Virginíus da Gama e Melo, José de Barros Moreira, Santos Dumont, Rodrigo Otávio, Tharcilla Barbosa da Franca.

A aluna Iara Tomás da Silva, 13 anos, 7ª série da Escola municipal Fenelon Câmara, uma das ginastas que fará parte das competições fala sobre o aprendizado. “Faz apenas um ano que eu participo do Projeto de Ginástica Rítmica, mas eu já gosto muito. Além disso, eu também participo do projeto da dança moderna e os dois me ajudam muito a ter ritmo, flexibilidade e atenção”, garante.

Destaque – As ginastas das escolas municipais têm se destacado em competições estaduais, com diversas participações em campeonatos. A modalidade de ginástica rítmica foi implantada pela Secretaria de Educação e Cultura em 2006, atendendo solicitação de professores de educação física. Para tanto, foram realizadas algumas formações específicas e as educadoras interessadas se incluem ao projeto.

“Atualmente toda a estrutura nos é disponibilizada pela prefeitura, desde o ginásio para o treinamento até o material para as coreográficas, como bola, fita, arco. Todo esse auxilio é essencial para a manutenção do projeto que já dá grandes frutos. A ginástica rítmica tem melhorado muito nossas alunas, elas estão mais responsáveis, desperta o sentido de companheirismo e melhora muito na socialização entre os alunos”, explica a professora de ginástica rítmica, Graziella Karla de Farias.

A coordenadora do projeto ginástica rítmica no município, Maria Goretti Vieira, acredita no futuro dessas ginastas. “Estamos confiantes das sementes que plantamos com muito cuidado. Nosso cunho é educativo, mas também estamos fomentando o espírito competitivo, porque daqui podem surgir grandes talentos”.