Grupo de Dança se apresenta domingo, na pça do Coqueiral

Por - em 44

Temas como individualidade, apatia e ângulos de visão são abordados no mais novo trabalho de ‘ACena Companhia de Dança’. Uma mostra do espetáculo, dirigido pelo bailarino e coreógrafo Canízio Vitório, com trilha original de Thiago Sombra, vai ser apresentada a partir das 20h deste domingo (13), na Praça do Coqueiral, em Mangabeira. O grupo é a atração da terceira edição do ‘Projeto Nossa Dança 2009’. Nesse mês de setembro, a iniciativa também está agregada à programação do ‘Circuito das Praças’. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Fujope).

Nesse final de semana, ‘ACena Companhia de Dança’, criada pela saudosa bailarina Rosa Cagliani (falecida em 2008) vai apresentar coreografias inéditas do novo espetáculo, cuja estreia oficial está programada para novembro. O público poderá assistir às performances das bailarinas Ali Cagliani, Bia Cagliani, Laís Luah e Nana Vianna. A programação conta ainda com a participação especial dos bailarinos Marcos Brandão, no solo ‘Visões da Morte’, baseado na obra de Augusto dos Anjos. Canízio Vitório também mostrará um solo de sua autoria. O ‘Projeto Nossa Dança’ é promovido pela Divisão de Dança da Funjope. O evento acontece uma vez por mês, de julho a outubro. O objetivo coloca em evidência grupos de dança de João Pessoa e cidades vizinhas.

O grupo – ‘ACena Companhia de Dança’ surgiu em 2003, criada pela bailarina Rosa Cagliani (in memorian). Atualmente, o grupo possui direção coletiva, sendo composto por Ali Cagliani, Bia Cagliani e Laís Luah. Desde maio de 2008, passou a convidar outros coreógrafos e bailarinos para a composição dos espetáculos.

A primeira produção de ACena foi o balé ‘Andanças’ (2004), que brinca com os pequenos e grandes obstáculos encontrados pela expressão artística da dança. O espetáculo recebeu os prêmios de Melhor Trilha Sonora (Chico Correa & Electronic Band) e Bailarina Revelação (Ali Cagliani), na Mostra de Dança Livre do SESC-PB, em 2005.

‘Mandrágora’ (2006/2007) é o segundo trabalho do grupo. Nele, o movimento percorre o caminho da prisão à liberdade, da morte à vida, das conchas do mar para a terra, da raiz da mandrágora até as pétalas. A trilha sonora é formada por músicas do disco ‘Ancestrais’, de Milton Dornellas, com a participação do Quinteto da Paraíba. O último trabalho estreado de Cena Companhia de Dança foi ‘Pulsação’ (2008). Na ocasião, há a adesão de novos bailarinos e a direção da bailarina e coreógrafa Joyce Barbosa (Paralelo Companhia de Dança).