Grupo de percussão‘Baticumlata’ tem novo coordenador musical

Por - em 26

O ‘Baticumlata’, grupo de percussão formado por agentes de limpeza da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), está passando por uma reestruturação. Além da formação de uma nova turma de percursionistas, o grupo conta com um novo coordenador, o músico Zé Guilherme.

O novo coordenador musical trabalha há mais de 23 anos com projetos educacionais voltados para a promoção da cidadania em várias comunidades de João Pessoa, a exemplo de Mandacaru, Gervásio Maia, bairro dos Novaes e São José. Zé Guilherme é formado em Educação Artística com habilitação em Música pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde já ensinou como professor substituto. Ele trabalha na Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB) desde 1988 e já participou de outros grupos musicais como Metalúrgica Filipéia e Cabruêra.

No ‘Baticumlata’, Zé Guilherme está efetuando um trabalho de reconhecimento dos integrantes para depois ampliar os conhecimentos que eles já possuem. “Primeiro estou realizando uma avaliação da forma como os integrantes do grupo usam o corpo na hora de tocar os instrumentos”, explicou. Esse processo tem o objetivo de verificar possíveis problemas de postura que possam causar algum tipo de problemas de saúde aos integrantes. “Os percussionistas do ‘Baticumlata’ já sabem tocar, agora eles precisam racionalizar o que eles já fazem”, afirmou.

Mudanças – O coordenador também pretende fazer algumas mudanças no grupo, introduzindo novas sonoridades produzidas a partir de outros materiais que ainda não são trabalhados pelo ‘Baticumlata’, como sucata de motores e de eletrodomésticos. “Já estou pesquisando novos materiais que possam trazer uma nova sonoridade para o ‘Baticumlata’, ampliando e desenvolvendo o potencial dos percussionistas para outras áreas, como musicar poemas”, disse.

O superintendente da Emlur, Coriolano Coutinho, está empolgado com a nova coordenação do ‘Baticumlata’ e aposta na oxigenação do grupo com as mudanças. “A vinda de Zé Guilherme, com sua vasta experiência, vem agregar novas linguagens ao projeto, bem como a chegada de novos integrantes, que oxigenará o grupo, ampliando sua sonoridade e incorporando novos elementos estéticos, poéticos e sociais ao trabalho. Não tenho dúvida que a partir de junho, o ‘Baticumlata’ estará numa nova fase, levando cultura, arte e muita alegria por onde se apresentar”, afirmou Coriolano Coutinho.

Inscrições – O ‘Baticumlata’ está com inscrições abertas para uma nova turma de percussionistas. Estas serão realizadas até o fim de maio e são destinadas para os agentes de limpeza e servidores da Emlur.