PMJP apoia lançamento do CD ‘Mulheres cantam Mulheres’

Por - em 51

O Ponto Cem Réis sedia nesta sexta-feira (02), o lançamento dos cd´s do Festival Nacional de música ‘Mulheres cantam Mulheres’, do Grupo de Mulheres Lésbicas Maria Quitéria. O evento que recebe o apoio da Prefeitura de João Pessoa, através da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres começa a partir das 18 horas.

O I Festival ‘Mulheres cantam Mulheres’ aconteceu em 2005, e a sua segunda versão em 2007 lançando na cidade novos talentos da música paraibana. “O Festival tem o objetivo de dar visibilidade e reconhecimento às mulheres cantoras da nossa cidade, e nesta sexta-feira a proposta é lançar os cd´s das últimas versões do evento”, disse a coordenadora do Grupo de Mulheres Maria Quitéria, Adineuse Targino.

Composições como ‘Não é Normal Não’, de Tânia Gomes, ‘Lavadeira’ de Rosa Duarte Varjão, ‘Papel do Rap’, de Kaline Lima, ‘Tempestade’, de Flamarion, ‘Cana Caiana’, de Jô Mendonça, ‘Sina’, de Angélica Lacerda são algumas das atrações que compõem os dois cd,s do Festival, e que também serão apresentandas nesta noite.

Para a Secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Nézia Gomes, o Festival ‘Mulheres cantam Mulheres’ é um projeto que visa o reconhecimento de mulheres artistas cantoras e intérpretes da cidade, na perspectiva do recorte de gênero. “Apoiar eventos como este é de suma importância porque incentiva aprodução cultural de mulheres da cidade e ao mesmo tempo dá visibilidade a novos talentos femininos com músicas de qualidade e sem conteúdos discriminatórios”, disse Nézia Gomes.

No evento também haverá exposições artísticas e recitais de poesia, e os cd´s poderão ser adquirido a R$ 10,00, na tenda cultural que estará instalada no local.

O grupo – O Grupo de Mulheres Maria Quitéria é uma entidade não governamental que desenvolve trabalho e projetos voltados à população feminina, especificamente às lésbicas, bissexuais e transexuais de João Pessoa.

O Grupo é ativista contra todos os tipos de discriminação, sobretudo a lesbofobia, atuando em diversos fóruns que estão ligados ao movimento de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis (LGBT) da Paraíba, realizando sempre atividades para toda a população.