Grupo Oitavas do Choro faz show na Praça Rio Branco

Por - em 30

O grupo Oitavas no Choro é atração do projeto Sabadinho Bom neste sábado (5), a partir do meio dia, na Praça Barão do Rio Branco, localizada no Centro da Capital. A iniciativa, que já se constitui como um dos mais importantes eventos culturais da cidade, é promovida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope).

Segundo os integrantes do grupo, o nome Oitavas no Choro faz alusão a um dos intervalos musicais que ilustram as partituras do choro brasileiro. O professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e instrutor de turismo, José Nilton da Silva, disse ser um frequentador assíduo do projeto Sabadinho Bom. “Eu vejo como uma atividade válida para a população da Capital, que muitas vezes não tem oportunidade de assistir um chorinho em palco e pode acompanhar ao vivo, numa praça harmoniosa recentemente recuperada, com os monumentos e casarís originais, emoldurando um dos mais belos espaços públicos do centro da nossa cidade, além daquela sombra magnífica, que torna a atmosfera ainda mais agradável”.

Para o pesquisador, a ideia tem também a vantagem de valorizar o chorinho. “Eu considero a praça um espaço para pessoas iluminadas, no sentido de ter espírito lúdico, artístico, e nada melhor do que a praça para proporcionar esses encontro e convivência durante as três horas de duração do projeto, além da valorização dos grupos de chorinho que vinham em processo de extinção. Com isso, o poder público educa uma nova geração para o bom gosto musical”.

Oitavas no Choro – O grupo, formado por Cornélio Santana (diretor musical e flautista), João Maria (violão de sete cordas), Medeiros (cavaquinho), Francinete (vocalista) e Mel (pandeiro), surgiu na cena musical pessoense no ano de 2009, durante reencontro de alguns amigos. A partir daí, os integrantes já se apresentaram em vários locais da cidade, mostrando um repertório mesclado de sambas, maxixes e choros-canções, relembrando a musicalidade de Pinxinguinha, Jacob do Bandolim, Sivuca, Paulinho da Viola, entre outros compositores, revisados nos acordes do grupo Oitavas no Choro.

O repertório do show, passeia por clássicos do chorinho brasileiro, a exemplo de ‘Naquele Tempo’ (Pixinguinha), ‘Vibrações’ (Jacob do Bandolim), ‘Homenagem à Velha Guarda’ (Sivuca”), além de ‘Coração Leviano’ e ‘Timoneiro’, de Paulinho da Viola.