Guilherme Arantes se apresenta no Seis e Meia desta quarta

Por - em 30

A programação do mês de Novembro do Projeto Seis e Meia começa em grande estilo nesta quarta-feira (7) e a atração principal será o cantor, compositor e pianista paulista Guilherme Arantes, um dos mais festejados artistas nacionais, com sólida carreira, iniciada nos anos 70. A abertura do evento será feita pelo cantor, compositor e guitarrista paraibano Marcos Melodia, que está lançando seu segundo CD.

O Projeto Seis e Meia, uma das maiores referências culturais de João Pessoa, é promovido pela Prefeitura da Capital em parceria com a Acorde Produções. O evento tem o patrocínio da Saelpa e recebe o apoio cultural do Ambassador Flat, Empreendimento Villas de Areia, além dos bares e restaurantes Cia do Chopp, Vila Cariri e Dona Branca. As apresentações acontecem às 18h30 na Praça de Eventos do MAG Shopping em Manaíra. Os ingressos custam R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (estudante) e podem ser comprados antecipadamente ou na hora do show no posto de vendas montado ao lado da bilheteria dos cinemas, no primeiro piso do MAG.

Artista completo
– Guilherme Arantes nasceu em São Paulo no dia 28 de julho de 1953, na Bela Vista, um dos redutos italianos da capital paulista. Cantor, compositor e exímio pianista, é considerado pela crítica especializada como um artista completo.

Iniciou a carreira no grupo paulistano Brazilian Boys. Gravou o primeiro disco em 1974, como integrante do grupo Moto Perpétuo. Em 1976 estreou na carreira solo gravando um LP sem título pela Som Livre, onde uma das faixas, a balada “Meu mundo e nada mais”, fez parte da trilha sonora da primeira versão da telenovela ‘Anjo Mau’, da TV Globo, tornando-se um grande sucesso e lançando o artista nacionalmente.

Seus outros sucessos são “Planeta Água” (1980), “Cheia de charme” (1985), “Coisas do Brasil” (1986) e “Lindo balão azul” (1982, incluída em Pirlimpimpim, programa especial da TV Globo baseado nos personagens de Monteiro Lobato). Entre suas composições que tiveram êxito na voz de outros intérpretes estão “Labirinto”, gravada por Sá e Guarabira (1978) e pelo MPB-4 (1980), “Amanhã”, por Caetano Veloso (1986) e “Brincar de viver”, por Maria Bethânia (1983), esta integrante da trilha do programa especial Plunct Plact Zum, da TV Globo. Em 1993, Leila Pinheiro regravou “Coisas do Brasil” num CD homônimo, em ritmo de bossa nova.

Guilherme Arantes tem 38 trabalhos gravados, entre LPs, compactos, CDs e DVDs. O seu disco mais recente, intitulado ‘Lótus’, traz gravações inéditas nos gêneros que mais identificam o artista: baladas, pop e bossa nova.

No Seis e Meia, Guilherme Arantes, acompanhado de seu inseparável piano, fará uma retrospectiva de sua sólida carreira e cantará os grandes sucessos conhecidos do público.

Marcos Melodia – O cantor e compositor paraibano Marcos Melodia tem dois CDs gravados com músicas de sua autoria. Já participou de vários festivais, a exemplo do Forrofest, Canta Nordeste e MPB Sesc, sempre conquistando boas colocações. É integrante da banda Omelete, onde atua como guitarrista. Tem trabalhos musicais na área de teatro e por isso já ganhou alguns prêmios.

Os ritmos nordestinos, a exemplo do xote e do baião, são os preferidos do artista e por isso mesmo, instrumentos como zabumba, sanfona, triângulo e cavaquinho o acompanham em todos os shows.