Idosos do Papi celebram Dia das Mães ao som da banda Omelete

Por - em 68

Os 2.700 idosos do Programa de Atenção à Pessoa Idosa (Papi) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) tiveram uma tarde de festa nesta quarta-feira (9), no Sesc/Centro. A Banda Omelete foi a grande atração da ‘Tarde Dançante’, realizada para celebrar o Dia das Mães. O evento faz parte do calendário temático comemorativo do projeto e estimula a socialização e integração dos 54 grupos de idosos das diversas comunidades da Capital.

Segundo Nilsonete Lucena, coordenadora do Papi, programa vinculado a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), a programação foi escolhida pelos próprios usuários que sempre são surpreendidos nas datas mais importantes do calendário anual com festas e comemorações. “Normalmente nós realizamos uma programação voltada para apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelos idosos, nos grupos. Desta vez, preparamos um momento especial no qual eles puderam se confraternizar, encontrar os amigos e comemorar”, afirmou.

Para a coordenadora, além de aumentar a autoestima e proporcionar a inserção dos idosos na comunidade com a realização de festas e eventos, o Dia das Mães, em especial, é um momento de recordações. “A data para eles representa muita saudade, porque a maioria já não tem mais os pais. Em compensação é também de muita felicidade, porque eles celebram os filhos, netos e bisnetos e se sentem pessoas privilegiadas”, contou.

Melhor Idade – Célia da Silva, de 67 anos, disse que estava muito feliz de celebrar uma data como o Dia das Mães e demonstrou o carinho que tem pelo grupo que frequenta, em Mangabeira. “Tive seis filhos e fiquei viúva jovem, então tive que batalhar muito para criar todos. Hoje estou feliz porque eles estão bem e eu estou me divertindo muito junto com os meus colegas. Se não fosse o grupo, nem sei o que seria de mim”.

Maria José Diniz tem 69 anos e já participa há vários anos do grupo, localizado no bairro do Valentina. Ela pratica atividades físicas, de lazer e sócio-culturais, ajuda na merenda e já sabe na ponta da língua porque é tão importante para levar uma vida tranqüila e saudável: “É tudo de bom. Só fazemos coisas boas no grupo que nos proporcionam diversos aprendizados, aumenta a auto-estima e melhora a saúde”. Ela também lembrou com carinho dos cinco filhos. “Muito bom ser mãe e saber que cumprimos bem o nosso papel”, apontou.

Papi – O Programa de Atenção à Pessoa Idosa possui 54 grupos em vários bairros de João Pessoa, totalizando o atendimento a 2.700 idosos. O atendimento é realizado diariamente por uma equipe multidisciplinar, que oferece atividades físicas, socioeducativas e lazer. Os grupos também desempenham trabalhos ligados a implementação da geração de emprego e renda e oficinas, que orientam sobre qualidade de vida e envelhecimento saudável.

Inscrições – Para participar é necessário apenas ter a idade mínima de 60 anos e o interesse ou necessidade. Nilsonete Lucena explicou que quem quiser fazer parte de um dos grupos basta procurar o mais próximo de sua comunidade. “Quem não conhecer ou não souber onde fica o grupo mais próximo pode procurar a coordenadoria do programa na sede da Sedes, ou buscar informações nos Centros de Cidadania”, explicou.