II Mostra de Cinema Walfredo Rodriguez tem início com exibição de filmes no Ponto de Cem Réis

Por Felipe Silveira - em 503

Uma noite para valorizar a cultura nordestina. Assim foi a abertura da II Mostra de Cinema Walfredo Rodriguez, realizada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope). O evento teve início nesta quinta-feira (14), no Ponto de Cem Réis (Centro), com a exibição do documentário “Sob o Céu Nordestino”, curta-metragem de Walfredo Rodriguez e trilha sonora executada ao vivo pela Banda 5 de Agosto, e do longa “Jackson: Na Batida do Pandeiro”, de Marcus Vilar e Cacá Teixeira.

A II Mostra de Cinema Walfredo Rodriguez, que este ano homenageia as atrizes Marcélia Cartaxo, Soia Lira e Zezita Matos, conta com uma vasta programação – exibição de filmes, painéis, mesas, oficinas e pitchings – faz parte da programação do Animacentro e termina no próximo domingo (17). Além do Ponto de Cem Réis, o evento também acontece no Centro Cultural de Mangabeira Tenente Lucena e no Hotel Globo.

O diretor executivo da Funjope, Maurício Burity, ressaltou que a Prefeitura Municipal de João Pessoa está em constante investimento na cultura e a população é a principal beneficiada disto. “Essa é uma noite que consolida esse importante evento para nossa cidade. Ao longo desses últimos anos, a Prefeitura de João Pessoa, através da Funjope, investiu no audiovisual e o resultado é a produção de 50 filmes – vários premiados em todo o Brasil. É a demonstração que nós somos um celeiro de grandes artistas e essa é uma oportunidade para toda a população ter acesso a essas produções gratuitamente”, afirmou.

Ao todo, estão sendo exibidos 18 filmes, a maioria produzidos com recursos do Edital Walfredo Rodriguez, e também filmes convidados, como “Sob o Céu Nordestino” e “Pacarrete”, este último de Alan Debertone que conquistou vários prêmios no Festival de Cinema de Gramado, incluindo Melhor Atriz para Marcélia Cartaxo –, e os curtas-metragens do projeto “Cinemando nas Escolas” (realizado pela Funjope) e da Escola de Cinema do Sertão.

Aprovação do público – O púbico presente no Ponto de Cem Réis na noite desta quinta-feira (14) foi o principal beneficiado. E quem foi assistir aos filmes aprovou a iniciativa da PMJP. Foi o caso da estudante Ana Beatriz, 19 anos. “Sou natural do Ceará, mas moro em João Pessoa há um ano. E é impressionante como a cena cultural da cidade é forte, onde sempre valoriza a cultura nordestina. Por isso, faço questão de prestigiar”, disse.

Quem também esteve presente na abertura do evento foi o Paulo da Cruz, de 68 anos. O aposentado mora no bairro do Roger e estava na primeira fila de cadeiras do cinema ao ar livre. “Quando eu soube que ia ter um cinema aqui no Ponto de Cem Réis e de graça, fiz questão de vir. Eu moro aqui perto e fiquei emocionado com o filme de Jackson do Pandeiro. Parabéns a todos os envolvidos por esse evento”, ressaltou.

Investimento no audiovisual – A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), vem investindo cada vez mais no audiovisual. No total, já foram produzidos pelo Edital Walfredo Rodriguez 45 filmes, entre longas, telefilmes, medias e curtas-metragens, com investimentos de R$ 7.975.000, somando os três editais já lançados.

A programação completa da II Mostra de Cinema Walfredo Rodriguez está disponível no link: https://midi.as/3pV2