Império do Samba é a campeã do Carnaval Tradição 2011

Por - em 43

A Associação Cultural Império do Samba, do bairro do Roger, consagrou-se mais uma vez a grande campeã do ‘Carnaval Tradição’ na categoria escolas de samba, com um total de 77,1 pontos, tornando-se tetracampeã. Em segundo lugar, com 76,6 pontos, ficou a Escola de Samba Malandros do Morro e na terceira colocação, com 75,8 pontos aparece a Escola de Samba Independente de Mandacaru.

O resultado oficial foi conhecido na tarde desta quarta-feira, 9, numa estrutura montada no Ponto Cem Réis, pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope).

O carnavalesco Ednaldo Travassos, presidente da Escola de Samba Império do Samba revelou a sua emoção em ser tetracampeão. “Estou muito feliz e honrado por fazer parte de uma agremiação que apesar do seu pouco tempo de trajetória, com seis desfiles ter conseguido um feito como este que é ser tetracampeã”. Sobre o apoio do poder público municipal, Travassos afirmou.

“O apoio é de grande importância para fortalecer as agremiações, que trabalham o ano inteiro para mostrar o melhor na avenida e este apoio vem melhorando a cada ano, talvez ainda não seja o ideal, mas com certeza já evoluiu bastante nesse sentido”.

Tribos e Orquestras – Na categoria tribos indígenas, as três primeiras colocadas foram ‘Tupy Guarany’, com 50 pontos, ‘Tupinambás’ com 49,3 pontos e ‘Pela Vermelha’ 48,5 pontos. Já na categoria Clubes de Orquestra, as agremiações campeãs foram Clube de Orquestra Bandeirantes da Torre, com 47,5 pontos, Clube de Orquestra Ciganos do Esplanada, com 47 pontos e Clube de Orquestra São Rafael Frevo e Folia, com 46,7 pontos.

A presidente da Tribo Indígena Tupy Guarany, Rosideide de Moura, mais conhecida como Neide, revelou que este título é uma grande homenagem ao fundador da agremiação, falecido no ano passado, o ’Mestre Moura’, que era seu pai. “É um momento muito especial, pois temos a possibilidade de homenagear com o nosso primeiro título, o grande mestre ‘Moura’, que nos deixou recentemente, mas continua nos inspirando. Trabalhamos muitos anos por isso e esta conquista coroa todo um trabalho de muitas pessoas”, enfatizou a presidente.

O desfile das ‘Ala Ursas’ ocorreu na segunda-feira, 7, uma vez que as mesmas não concorrem à premiação em dinheiro. A classificação final trouxe o ‘Urso Panda’, do Cristo, como grande campeão, com 69,4 pontos. Em segundo lugar, o ‘Urso Macaco Louco’, com 67,6 e em terceiro, o ‘Urso Polar’, com 66,7 pontos.

Premiação – Além dos certificados e troféus, também há prêmio em dinheiro para os três primeiros colocados entre as agremiações filiadas a Federação Carnavalesca de João Pessoa. A premiação total é de R$ 18 mil, sendo R$ 2.500 para o 1º lugar; R$ 2.000 para as classificadas no 2º lugar e R$ 1.500 para o 3º lugar.

Desfile das campeãs – A Avenida Duarte da Silveira volta a ganhar o colorido e o brilhos das agremiações carnavalescas na noite do próximo sábado, 12, a partir das 18h, quando acontece o desfile das campeãs do ‘Carnaval Tradição 2011’, com a participação das três primeiras colocadas em cada categoria.

Conheça a história das agremiações campeãs em cada categoria

A Associação Cultura Império do Samba – Foi fundada no ano de 2004 e é originária do bairro do Roger. A agremiação tem como objetivo ampliar suas atividades na área cultural e desenvolver a cidadania entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Isso sem deixar de nivelar suas atividades com questões de gênero, raça e etnia.

‘Bandeirantes da Torre’ – O Clube de Orquestra foi criado no dia 21 de abril de 1950, quando um grupo de amigos fundou o clube ‘Tiradentes Esporte Clube Recreativo’. A equipe também foi responsável pela fundação do ‘Clube Carnavalesco Bandeirantes da Torre’, logo no ano seguinte (1951), passando a se chamar ‘Tiradentes Esporte Clube Recreativo Bandeirantes da Torre’ e filiando-se à Federação Carnavalesca de João Pessoa. O nome surgiu da escolha de um dos fundadores quando retornou de uma viagem a São Paulo e conheceu a história dos bandeirantes.

Tribo Indígena Tupy Guarany – Fundada em 10 de julho de 1989, no bairro de Mandacaru, por José Belízio Manoel de Moura, a agremiação passou a desfilar no Carnaval de João Pessoa contando com uma média de 80 participantes, número que foi crescendo nos anos seguintes. Seu objetivo é a constante parceria com a sua comunidade Porto de João Tota e o resgate e manutenção da tradição indígena carnavalesca.