Inauguração de novo prédio da Estação Cabo Branco terá música e exposição

Por - em 98

A solenidade de inauguração do novo prédio do complexo arquitetônico da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, nesta sexta-feira (29), começará às 18h, com apresentações culturais diversificadas. A primeira atração será a quadrilha campeã do Festival de Quadrilhas Juninas de João Pessoa, seguida da Orquestra Sanfônica, em palco montado no estacionamento do prédio. O Coral Vozes da Infância fará o cortejo em direção à entrada principal, para o descerramento da placa inaugural e a abertura da exposição “Natureza Extrema”, do artista plástico Frans Krajcberg.

No ambiente da exposição, haverá música ambiente, com sons da natureza e das florestas, além de projeções de fogo na parede, com duração de três minutos. Logo depois, o escritor Thiago de Mello fará a leitura do poema “A Arte de Krajcberg – Amor, Assombro e Fúria”.

A exposição consta de um conjunto com cinco totens, sete esculturas em vários tamanhos, três relevos e 24 fotografias de queimadas da floresta. “É a primeira vez que Krajcberg apresenta o seu grito a favor das florestas em João Pessoa”, disse a artista plástica e curadora da Estação Cabo Branco, Lúcia França.

Seminário ‘O Grito’ – A trajetória artística do ambientalista Krajcberg e seu exemplo de vida mostram seu compromisso com a natureza. A Estação Cabo Branco, em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), firmou compromisso com a cidade e com o artista de plantar cinco mil árvores e realizar, no dia 30 de junho, no auditório da Estação, a 4ª Edição do seminário “O Grito de Krajcberg”, uma realização que visa a discussão em torno da preservação ambiental.

A programação do seminário contará com a presença do escritor amazonense Thiago de Mello e da produtora Lucenilde Araújo. Terá também uma palestra de Krajcberg e o lançamento do filme “O Grito”, produzido pela jornalista Renata Rocha. O filme é narrado por Maria Betânia e a trilha sonora é assinada por Camilo Fróes e Jarbas Bittencourt.

Obras de outros artistas – No novo prédio, haverá ainda três obras escultóricas: uma de Fred Svendsen, intitulada “Baleia”, um painel de autoria do artista plástico Clóvis Júnior e duas esculturas do pernambucano Francisco Brennand.

A obra de Fred Svendsen está localizada na rampa da entrada principal do novo prédio. A escultura é feita em ferro carbono e tem 4 metros de comprimento por 8 metros de altura. É tridimensional, com uma largura de 70 centímetros, revestida com tinta automotiva para evitar a corrosão.

Fred explicou que a escultura tem traços arqueológicos. “Quando fui convidado pela Prefeitura de João Pessoa para fazer a obra, logo pensei em uma baleia, para retratar a proximidade da Estação Cabo Branco com o mar. Comecei, então, a fazer pesquisas arqueológicas para realizar a obra”, disse o artista.

Descendente de dinamarqueses, o paraibano Fred Svendsen é considero um dos artistas plásticos de maior expressão no Brasil. Pintor, desenhista, escultor e designer, Fred já expôs suas obras nos Estados Unidos, Alemanha, Grécia, Portugal, Holanda. Além disso, tem obras no Museu de Arte de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea da Bahia e na Pinacoteca da Universidade Federal da Paraíba, entre outros museus do país.

Clóvis Júnior – Já o painel do artista plástico Clóvis Junior está localizado no pavimento inferior do novo prédio e retrata o folclore e a cultura popular. O painel é uma pintura feita em cerâmica queimada a 1.200 graus e mede 3 metros de altura por 2,90 de comprimento. “É no que sempre me inspiro: em João Pessoa, sua cultura, seu povo. É tudo muito rico”, comentou Clóvis.

Nascido em Guarabira, Clóvis Júnior veio para João Pessoa aos 17 anos. Cursou Educação Artística na Universidade Federal da Paraíba e tem forte influência da arte naïf em seus trabalhos. Clóvis faz pinturas, gravuras e esculturas e conta com mais de 16 exposições internacionais e 35 mostras individuais pelo Brasil. Já ganhou diversos concursos pela ONU e tem cadeira cativa na Bienal Naïfs do Brasil.

SERVIÇO:

Inauguração do novo prédio da Estação Cabo Branco

Dia: Sexta-feira (29)

Hora: 18h

Local: Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes

Fones: (83) 3214.7280 – 3214.8270 – 8823.2233

E-mails: adrianacrisanto@yahoo.com.br ou dina_melo@yahoo.com.br