Inquérito VIVA traça perfil de urgências e emergências em JP

Por - em 17

Em parceria com o Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realiza, neste mês de outubro, um inquérito para diagnóstico epidemiológico dos acidentes e violência registrados em João Pessoa. A pesquisa acontece simultaneamente em todas as capitais do país e é realizada nos serviços de saúde para atendimentos de urgência e emergência.

Em João Pessoa, o Inquérito para Vigilância das Violências e Acidentes (VIVA) é coordenado pela Diretoria de Vigilância à Saúde por intermédio da Vigilância Epidemiológica/Doenças e Agravos Não Transmissíveis – DANTS.

Os estabelecimentos de saúde selecionados como Unidades Sentinela do VIVA tiveram como características de seleção o perfil de atendimento –  urgências e emergências – e serão representados em João Pessoa pelo Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Burity  e pelo Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.

Nos primeiros doze dias de inquérito, João Pessoa captou 1.025 eventos nas duas Unidades Sentinelas cadastradas, o que corresponde a 68,3% do número mínimo desejado para as capitais. Apenas no Complexo Hospitalar de Mangabeira, 516 eventos foram catalogados, entre acidentados e vítimas de violências.

Para realizar a pesquisa, a SMS conta com uma equipe composta por 16 estudantes universitários que atuam como coletadores, dois enfermeiros supervisores e uma enfermeira que coordena o trabalho do grupo.

O principal objetivo do VIVA é traçar um perfil destes atendimentos no sentido de desenvolver políticas públicas condizentes com a realidade de cada região. Desde 2005, a Secretaria Municipal de Saúde desenvolve ações voltadas para o controle desses agravos através de atuações intersetoriais. O inquérito realizado pelo VIVA irá proporcionar uma análise quantitativa/qualitativa das notificações municipais, numa ação pioneira em nível nacional.