Inscrições para Corrida do Jegue estão abertas até 3 de dezembro

Por - em 34

O Centro de Referência da Cidadania (CRC) de Mandacaru inscreve até o próximo dia 3 os interessados em participar da 4ª Corrida de Jegue, que acontecerá no dia 5 de dezembro, na Praça da Cultura (vizinho à Escola Municipal Ruy Carneiro), em Mandacaru. O evento já se tornou uma tradição entre os moradores do bairro e atrai expectadores e competidores de várias localidades de João Pessoa e até de outros municípios.

As inscrições são totalmente gratuitas e estão sendo feitas no CRC de Mandacaru, localizado na Rua João de Brito, s/n. A unidade faz parte da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), da Prefeitura de João Pessoa (PMJP). A corrida acontece em baterias de três participantes em cada uma. Os vencedores de cada bateria disputam entre si, até que saia o vencedor.

Recebem prêmios os três primeiros colocados:
1º lugar – R$ 300,00, troféu, uma cesta básica, mais 2 sacos de milho e 2 sacos de farelo
2º lugar – R$ 100,00, troféu, cesta básica, mais 1 saco de milho e 1 saco de farelo
3º lugar – R$ 50,00 e troféu mais 1 saco de milho e 1 saco de farelo.

Ainda haverá premiação surpresa para o jegue mais enfeitado e para o torcedor mais a caráter.

Das 8h às 18h acontecem apresentações artísticas e culturais, exposição e venda de artesanatos e culinaristas. O Palácio do Jegue montado no local é uma atração à parte durante o evento, onde as pessoas aproveitam para tirar fotos e se divertir.

A primeira Corrida de Jegue foi realizada em 2007, quando um grupo de moradores de Mandacaru procurou o coordenador do CRC do bairro, Jardel Cabral Fagundes, para discutir a possibilidade de realizar um evento com os jegues e destacar a importância desse animal.

“A Corrida de Jegue é hoje um evento forte de nossa cultura popular, que já faz parte do calendário oficial do bairro. No ano passado participaram da Corrida, competidores de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Itapororoca, que conquistou o primeiro lugar com o Jegue Roxinho. Esta atividade busca fortalecer a identidade de um povo sofrido com suas origens. O nordestino tem uma história de sofrimento e esse animal sempre esteve presente, principalmente na agricultura. Hoje, boa parcela carente das periferias utiliza o jegue com uma carrocinha na busca de material reciclado como meio de subsistência”, destacou Jardel.

Contatos:
CRC de Mandacaru – 3244-4863
Jardel – 8820-7203
Nilra – 8856-5367