Integração Metropolitana cresceu 46,4% entre maio e setembro

Por - em 25

O número de passageiros transportados diariamente, através da Integração Temporal Metropolitana de João Pessoa, apresentou um crescimento de 46,4% de maio a setembro deste ano. Quando o sistema foi implantado, a média diária de pessoas transportadas (incluindo meia e passagem inteira) era de 3.770. Passados quatro meses a quantidade foi ampliada para 5.522.  Em maio o número de usuários transportados pelo serviço foi de 8.636.534 e em setembro esse número chegou a 9.013.559.

Os dados são de um relatório elaborado pela Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) sobre o números de passageiros transportados em coletivos na Capital, tendo como base informações do Sistema da Bilhetagem Eletrônica. O relatório revela que a quantidade de passageiros que fizeram a integração de ônibus dentro de João Pessoa, isso incluindo o Sistema de Integração local e o Metropolitano, apresentou um crescimento de 99,06% no período de junho de 2008 a setembro de 2009. Vale lembrar que em junho do ano passado a integração era feita em apenas um corredor, ou seja, o sistema não estava funcionando em toda a sua plenitude.

De acordo com a superintendente da STTrans, Laura Farias, o aumento no número de passageiros durante esse período se deve, principalmente, a dois aspectos: a população pode utilizar mais esse tipo de transporte para se deslocar, uma vez, que ele se tornou mais barato, e a criação da Integração Temporal Metropolitana, que possibilitou que moradores de municípios vizinhos utilizassem o transporte coletivo pagando menos.

O diretor de Transportes da STTrans, Adalberto Araujo, informa que a integração plena do transporte coletivo urbano em João Pessoa se deu em setembro do ano passado. “Fazendo a comparação do número de usuários do sistema de setembro de 2008 a setembro deste ano tivemos um aumento de cerca de 3% no número de pessoas transportadas. Passamos de oito milhões e setecentas mil para mais de nove milhões”, disse. Adalberto revela ainda que o percentual de integrações realizadas diariamente subiu de 4% para 7% nesse período de um ano.
 
Novo Sistema – O Sistema de Integração Temporal Metropolitana foi proposto pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e começou a funcionar no dia 1º de maio deste ano. Com ele, os usuários de transporte público coletivo urbano dos municípios da Capital, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo, Conde e Alhandra passaram a ter a vantagem de pagar a metade do valor da passagem sempre na segunda viagem.

Na Integração Temporal Metropolitana o usuário de transporte coletivo tem o tempo normal da sua viagem, da cidade em que reside ou trabalha até o seu destino, estimado em mais 30 minutos. Ou seja, após desembarcar do ônibus, o passageiro terá, pelo menos, 30 minutos para trocar de linha.

Para participar da Integração Temporal Metropolitana o usuário tem que possuir o cartão Integra Bem ou Passe Legal, que pode ser adquirido gratuitamente no posto da Associação Metropolitana de Transportes Urbanos (AMTU), que fica localizado no Terminal Rodoviário, na Capital. O cartão está disponível nas versões Estudante, Vale Transporte (aquele que é adquirido pela empresa para o deslocamento do trabalhador), além do Cartão Cidadão (que atende os demais usuários do sistema).

Implantação do Sistema – A implantação da Integração Temporal Metropolitana só foi possível porque em abril de 2005, o Governo Municipal iniciou a implantação do Sistema Integrado nos transportes coletivos da cidade, com a entrega do Terminal de Integração do Varadouro, dando à população o direito de usar dois ônibus pagando apenas uma passagem.

Um ano depois foi iniciada a implantação do bilhete eletrônico, que recebeu o nome de Passe Legal e substituindo o antigo bilhete impresso. O sistema de bilhetagem eletrônica proporcionou o controle em 100% da demanda (quantidade de passageiros) e da oferta (quantidade de ônibus) utilizados no sistema de transportes.

Após a implantação desse sistema foi possível desenvolver a partir de junho do ano passado a Integração Temporal, que é a ampliação do serviço de integração do Terminal de Integração do Varadouro. Esse sistema permitiu a transferência de uma linha para outra em qualquer parada de ônibus onde as linhas se cruzam, dentro de um intervalo de tempo, sem precisar pagar outra passagem. O usuário não precisa mais ir ao Terminal de Integração no centro da cidade. É como se cada parada de ônibus fosse um pequeno terminal de integração.