IPM promove eventos em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Por - em 27

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através do Instituto de Previdência do Município (IPM), em parceria com a Secretaria de Saúde (SMS) realiza nesta quinta-feira (08) diversos eventos comemorativos, todos em homenagem ao Dia Internacional da Mulher e ao Mês da Cidadania Ativa para as Mulheres, promovido em João Pessoa durante todo o mês de março.

A partir das 8h será oferecido um café da manhã especial para as servidoras inativas e/ou aposentadas, ligadas ao município. A refeição será servida no Centro de Convivência do IPM, no anexo I da autarquia, localizado na avenida Engenheiro Clodoaldo Gouveia, no Centro. Este primeiro evento contará com a participação bandinha Alvorada, grupo musical formado por idosos que integram as atividades socio-educativas oferecidas no anexo I do instituto. Os músicos interpretarão clássicos da MPB, escritos especialmente para as mulheres.

Após o café, a alvorada segue para uma nova apresentação, desta vez na Unidade de Saúde Integrada Nova Esperança, em Mangabeira. A equipe médica da unidade vai atender as mulheres da comunidade, oferecendo consultas e distribuindo dicas sobre saúde feminina, planejamento familiar e prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). As atividades em Mangabeira também começam a partir das 8h, com um café da manhã. A bandinha deve iniciar sua segunda apresentação a partir das 9h.

À tarde, às 16h, uma missa em ação de graças pelo Dia Internacional da Mulher, vai ser celebrada no Clube da Pessoa Idosa, no bairro Altiplano. O padre Francisco de Assis Araújo estará à frente das liturgias, que serão direcionadas para as homenageadas.

Padre Francisco, que também é superintendente adjunto do IPM destaca a importância da celebração e da data para as servidoras do município. “Mesmo com todos os avanços sociais que tivemos nos últimos anos, as mulheres ainda sofrem com agressões e preconceito. Este é um dia em que devemos fazer uma reflexão, orando para que o mundo desperte para uma consciência mais aberta, com igualdade de gêneros”, destacou.