Ivan Lins e Eleonora se apresentam no Ponto de Cem Réis nesta sexta

Por - em 66

O último final de semana de apresentações do ‘Estação do Som’ no Ponto de Cem Réis contará com as apresentações do cantor Ivan Lins e da cantora Eleonora Falcone, na sexta-feira (27). Os shows começam a partir das 19h e o público poderá conferir uma apresentação musical eclética com dois artistas de estilos diferentes. Os shows fazem parte do projeto ‘Estação do Som’, que está dentro da programação do ‘Estação do Sol’ e é uma realização da parceria entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e Governo do Estado.

Grande conhecido do público e consagrado cantor da Música Popular Brasileira (MPB), Ivan Lins será a principal atração da noite. O cantor irá mostrar novos e antigos sucessos, sobretudo do CD ‘Perfil’, lançado em 2010 e regravado com músicas baseadas em arranjos originais, a coletânea reúne sucessos como “Madalena” e “Vitoriosa”.

Além das músicas do CD ‘Perfil’, o cantor irá apresentar diversas canções já conhecidas do público e que são de sua própria autoria em parceria com Victor Martins a exemplo de Dinorah, Dinorah, Abre Alas, Novo Tempo, Depende de Nós, Desesperar Jamais, Começar de Novo. Lembra de Mim, dentre outras.

O show que será apresentado no Ponto Cem Réis é baseado no CD, que comemora os 40 anos de carreira do cantor. Trata-se de um show intimista, com um toque jazzístico e com grandes sucessos de sua carreira, onde a qualidade musical é o ponto alto do espetáculo.

O artista – Com intensa participação em festivais de música nas décadas de 60 e 70, o primeiro sucesso musical de Ivan Lins aconteceu em 1974, quando ele lançou o sucesso ‘Abre Alas’, que inaugurava a parceria com o letrista Victor Martins.

Na sequência, o cantor acumulou uma série de sucessos como ‘Chama Acesa’, ‘Somos Todos Iguais’ e ‘Começar de Novo’. A música “Começar de Novo” reflete bem a postura artística da dupla Ivan Lins e Vitor Martins: música e melodia muito bem elaboradas, características que despertaram grande interesse nos intérpretes do exterior.

Ivan Lins lançou inúmeros discos, muitos deles de grande repercussão. Sempre ligado às questões contemporâneas de cada época, sua obra se renova e traz valores musicais e ideais agregados, sem nunca perder a linguagem do compositor e sua originalidade.

A partir da segunda metade dos anos 80 passa a enfatizar bastante sua carreira internacional, principalmente nos EUA onde foi e é gravado por grandes artistas como Sarah Vaughan, Quincy Jones, Ella Fitzgerald, Carmen McRae, Barbara Streisand entre outros. No Brasil, também foi e é constantemente gravado por grandes nomes de nossa canção, como Elis Regina, Simone, Quarteto em Cy, Gal Costa, Emílio Santiago, Djavan, Gonzaguinha entre tantos.

Atração local – Antes da apresentação do cantor carioca, Ivan Lins, a paraibana Eleonora Falcone vai explorar as relações entre a música pop contemporânea e os diversos estilos nordestinos e brasileiros. A proposta é estabelecer assim um diálogo entre a tradição e a contemporaneidade.

O show será um passeio pelos diversos trabalhos da artista. Em ‘Pedaço de Sol’, Eleonora canta repertório de sua autoria e de outros compositores paraibanos. De seu CD ‘Eu tenho um pedaço de sol que guardo comigo desde menina’, apresenta, entre outras canções, ‘Carta de Amor’ e ‘Pedaço de Sol’ (parcerias suas com Lúcio Lins), Nome na Areia (Paulo Ró e Águia Mendes) e Ô Serena Serená (Odete de Pilar).

A possibilidade de mostrar seu trabalho para um grande público anima a cantora. “Estou muito feliz por estar na ‘Estação do Som’, projeto que se tornou sinônimo de verão com música em nossa cidade, e por cantar repertório integralmente de autores paraibanos, contribuindo para o fortalecimento de nossa identidade cultural”.

A artista – Nascida em João Pessoa, Eleonora Falcone é cantora, compositora e produtora fonográfica. Iniciou sua carreira no Rio de Janeiro, lançando Apetite (2000), seu primeiro CD, onde registra canções de sua autoria e dialoga com nomes da cena musical carioca. A cantora se apresentará na cidade na companhia de trio formado por Anderson Mariano (guitarra e violão), Adriano Ismael (baixo) e Chiquinho Mino (percussão e bateria).